quarta-feira, 22 de outubro de 2014

ATIVIDADE CIENTÍFICO-CULTURAL DOS CURSOS DE LETRAS E PEDAGOGIA - 2º SEM. 2014

Mais um semestre letivo e nos encontramos novamente para fazer leituras significativas e debater cientificamente com nossos colegas temas de grande relevância para nossa formação acadêmica. Leia os textos a seguir, clique no link do vídeo para obter mais dados e depois compartilhe seu ponto de vista sobre o tema. 

EDUCAÇÃO E COOPERAÇÃO

A relação entre a cooperação e a educação dá-se na prática social, no relacionamento humano, em toda vivência e troca de experiências. Todas as pessoas devem se relacionar, unificando o ato de educar com as relações entre indivíduos de uma mesma sociedade. A co-participação na educação é de responsabilidade de todos os membros da sociedade, uma vez que somos co-atuantes e receptores a todo o momento da transformação social e de consciência universal.

Ninguém escapa da educação.

Em casa, na rua, na igreja ou na escola, de um modo ou de muitos, todos nós envolvemos pedaços da vida com ela: para aprender, para ensinar, para aprender-e-ensinar. Para saber, para fazer, par ser ou para conviver, todos os dias misturamos a vida com a educação. (...) Não há uma forma única nem um único modelo de educação: a escola não é o único lugar em que ela acontece e talvez nem seja o melhor; o ensino escolar não é a única prática, e o professor profissional não é seu único praticante. (FRANTZ, 2001, P. 250)

O ser humano educa e é educado na medida em que convive em sociedade. E através dela, a educação, que o homem constrói o sentido de sua vida. É uma prática de interinfluências, na medida em que se convive e aprende-se em sociedade, mesmo que indiretamente, de uma maneira informal um indivíduo ajuda na formação de consciência de outro indivíduo. Por isso é uma prática a qual ocorre a influencia das pessoas entre si, pois a agregação de valor e o conhecimento se ocasionam com a troca de experiências e informações quando se tomam posições diante da sociedade com nossas crenças e afirmações.

As tendências pedagógicas pós-modernas reconhecem o impacto das novas tecnologias, da multiplicação e globalização da informação, porém não prestou atenção na formação do cidadão que se almejou. Diz-se que há uma crise na formação moral, nos valores e na formação das consciências.

O termo pós-moderno será empregado para designar essas transformações ocorridas nos últimos tempos, nas dimensões sócio-econômicas e políticas.

A queixa e o descontentamento com relação aos objetivos ilustres da modernidade que em muito não foram alcançados repercutiram na desilusão da educação como formadora para mão de obra que veicularia de forma mais garantida a ascensão social. Com isso, originaram-se muitas críticas a educação ofertada nas escolas, principalmente quando se observa as tendências de futuro para as sociedades pós-modernas.

Pierre Lévy (1999, p. 29), afirma que: "A educação como ação social ou como prática social “aparece como uma ação entre sujeitos ou como uma “prática sobre outros”, procurando influenciá-los em suas idéias e seus valores, em seus modos de pensar, de interpretar a vida social, especialmente a da realidade cooperativa, sugerindo ou levando-os a comportamento e visões de mundo favoráveis à natureza da prática cooperativa. (...) Para além das diferentes funções que as práticas de educação possam assumir na organização e funcionamento de uma cooperativa, colocam-se a esta o desafio da produção do conhecimento, ou, de acordo com a expressão de Pierre Lévy, da inteligência coletiva. (apud FRANTZ, 2001, p. 260)

Assim nosso conhecimento é uma construção coletiva, apoiando-se na escola como um local privilegiado para essa construção. Hoje a escola tem uma proposta muito mais evoluída quanto à valorização do ser humano, considerando a participação do educando na construção do seu saber junto aos demais, porém o que se observa como dificuldade é a operacionalização ou a prática destes fundamentos.

A prática escolar ainda e cada vez mais está distante da teoria e é nesse ponto que é necessária uma urgente mudança. Vincular a educação que é um processo, ainda, plurifacetado, com práticas de cooperação é uma alternativa emergente para formação de novas consciências coletivas, firmadas em valores de solidariedade com o fito de preparar educandos fortalecidos e unidos ao enfrentamento das adversidades futuras. É por isso que se segue neste próximo capítulo o estudo que liga e demonstra a colaboração que as práticas de cooperação têm a contribuir para a educação.
Vânia Meneghini


O tigre, o menino e o trânsito


Como um acidente pode explicar o comportamento humano

O Brasil ficou chocado nos últimos dias de julho quando um garoto de 11 anos teve o braço direito dilacerado por um tigre. O "acidente" ocorreu em um zoológico de Cascavel, PR, quando o garoto, acompanhado do pai, pulou uma cerca de proteção, ignorou os avisos de manter-se afastado e provocou primeiro um leão e depois o tigre. O desfecho todo mundo viu: teve o braço amputado na altura do ombro e terá a vida inteira para refletir sobre esse ato "corajoso". Esse acidente é exemplar, em todos os sentidos.

Quem acompanha minhas colunas sabe que há décadas eu insisto no declínio na qualidade do ser humano em sociedade. Especialmente no Brasil, país que parece caminhar ladeira abaixo no campo das relações humanas.

Felizmente alguém filmou e mostrou uma imagem que retrata o que vem acontecendo em uma sociedade desacostumada a respeitar uma autoridade. O garoto ficou por cerca de seis minutos atiçando dois felinos de grande porte, conhecidos por qualquer ser vivente como predadores. Até as pedras sabem que esses animais se alimentam de outros animais desde que o mundo é mundo.

Imediatamente após a divulgação das imagens começaram os julgamentos, principalmente os do "contra" e "a favor", seja do tigre, do garoto, do pai, do zoológico, de Deus etc. No atual modus operandi social de palpitar sobre tudo houve a esperada distribuição de culpa para todos os envolvidos, alguns até tentando amenizar o lado do garoto sob a alegação de que era "incapaz" de avaliar os riscos. Será? Com 11 anos você não sabe a diferença de um gato para um tigre?

Deixando um pouco o tigre de lado, vamos lembrar um pouco das histórias da Bíblia. Sem a menor conotação católico-cristã, mas apenas como exemplo. Muita gente atribui o pecado original ao sexo, fazendo uma analogia direta da mordida na maçã com rala e rola entre Adão e Eva. Mas Deus não poderia castigar pelo sexo, senão inviabilizaria a reprodução humana e jogaria por terra o famoso "crescei e multiplicai". 

O pecado original que condenou Eva e seu amasio ao mundo terreno foi a DESOBEDIÊNCIA. Deus deixou bem claro: não coma a fruta dessa árvore! E quando virou as costas lá foi ela e nhoc! Não tinha uma placa na macieira do tipo "fique longe, não coma". Por trás da desobediência está o conceito que quero chegar: o desrespeito!

Voltando ao zoológico, qual o padrão de comportamento dos visitantes: enfiar o braço na jaula ou manter-se afastado? Se uma criança violou o padrão é preciso olhar para esse caso isolado e tentar entender melhor de onde vem o comportamento tão prepotente.

Hoje em dia existe uma enorme confusão aqui em terras brasileiras com relação à educação. Também já escrevi sobre isso. E é um tal de pais entregarem seus filhos às escolas na crença cega de que o pimpolho sairá de lá um lorde inglês e com conhecimento de filósofo alemão. Mas em casa o filho faz o que quer, passa o dia no videogame, desobedece os pais e eventualmente despreza a autoridade dos empregados.

Educação é aquele conjunto de regras transmitidos de pais para filhos como uma carga genética. O que a escola transmite é conhecimento. Portanto, escola não educa, quem educa é o convívio familiar. Já defendi mais de um milhão de vezes a mudança do nome de ministério da Educação para ministério do Ensino.

Pergunto, que tipo de pai pode gerar um filho tão incapaz de entender a regra mais elementar, bíblica e basilar da educação que é a obediência? Que tipo de exemplo esse garoto tem em casa para ignorar tão descaradamente os perigos que envolvem o enfrentamento de um animal feroz? Uma criança que atiça descaradamente um animal selvagem como o tigre respeita seus professores? Obedece seus pais?

É o reflexo da falta de cuidado na educação, não da escola, mas aquela da formação do caráter. Quem enfrenta um tigre não é corajoso - como escreveram alguns - ou simplesmente desobediente?

Chamou-me a atenção o comentário de vários jornalistas que reforçaram o fato de no momento do acidente não ter nenhum vigia, embora o zoológico tenha se defendido alegando que a área é monitorada por quatro fiscais.

Ora, jornalistas são pessoas esclarecidas, viajam e normalmente voltam do exterior sempre com uma história de civilidade na ponta da língua. Ficam impressionados que nos museus americanos o visitante deposita o valor em uma caixa que fica ali, ao alcance de qualquer um, mas ninguém pega. Contam - impressionados - que na Áustria as padarias deixam o leite fora e as pessoas pegam e depositam as moedas em um pote, sem ninguém vigiando.

Mas cobram o fato de naquele local do zoo não haver um vigilante. É ISTO que quero chamar a atenção: educação não é um comportamento expresso diante de fiscalização, o nome disso é obediência. Educação é o comportamento do indivíduo quando não tem NINGUÉM olhando!

Por isso a Prefeitura de SP instalou mais uma centena de radares e câmeras de vigilância, porque o motorista só consegue se manter educado sob constante fiscalização. Porque não foi educado. Os motoristas/motociclistas mal e porcamente foram instruídos, quando foram... E os ciclistas nem isso!

Pela visão do jornalismo sensacionalista podemos perder a esperança em trânsito solidário sem que haja uma fiscalização opressiva e constante, como no zoológico. Não basta uma placa de proibido estacionar, precisa ter um fiscal. Não basta investir em passarela ou ciclovia, tem de fiscalizar. Não basta avisar que o leão é bravo, precisa colocar o braço lá dentro!


VÍDEO

232 comentários:

  1. É muito triste a história do menino que perdeu o braço por conta de um ato mal pensado, mais concordo que uma criança de 11 anos já sabe diferenciar um gato de um tigre e que ele desafiou o que era perigoso sem se preocupar com as consequências, demonstrando uma falta de limites e desobediência aos avisos de segurança do zoológico.
    Eu acredito que essa geração de crianças e jovens de hoje não estão tendo como ensinamento os princípios éticos e até mesmo morais que tiveram as gerações anteriores, um pouco disso creio eu que está acontecendo realmente por estar havendo uma confusão nos papéis que cabe a família e a escola. Realmente os pais estão esperando da escola o educar e não só o ensinar e a escola está precisando realmente educar e ensinar já que, se não for assim, fica impossível dar aula para alguns alunos que não tem noção quase nenhuma de educação e respeito.
    Antigamente ouvia-se as pessoas dizer: obrigado, por favor, bom dia, com licença...hoje essas palavrinhas mágicas já nem são ensinadas para as crianças já que os próprios adultos também deixaram de utiliza-las.
    E em relação a cooperação e até mesmo a coletividade está cada vez mais difícil já que o mundo se tornou tão individualista, como prova disso estão as redes sociais onde pessoas são amigas e se relacionam virtualmente, mais quando se encontram pessoalmente não conseguem criar laços de amizade.
    Enfim, não podemos como futuras educadoras perder as esperanças e desacreditar, mais fazer o nosso papel para tentar mudar esse quadro, mesmo não sendo a nossa função educar, eu acredito que podemos sim fazer algo para melhorar essa situação. Tentar ensinar princípios éticos e morais aos nossos alunos e principalmente trabalhar a cooperação e a coletividade pois é fundamental para sermos educados. Ninguém se educa sozinho, na minha opinião vamos nos construindo como cidadãos a medida que nos relacionamos e selecionamos atitudes e comportamentos que acreditamos ser o ideal e o aceito dentro da sociedade, e que o ser humano precisa um dos outros não tendo o poder de construir-se e educar-se sozinho.

    ResponderExcluir
  2. O ato de ensinar deve partir dos pais desde que a criança é pequena, eles tem o dever de formar seus filhos para conviver em uma nova sociedade com novas tecnologias, mas os ensinamentos devem ser diferentes dos dias de hoje em que só se pensa em ascensão social e no individualismo.
    Ensinar ao seu filho a se envolver de forma pacífica com outras crianças, é estar lhe ensinando a ser um cidadão que a sociedade almeja; e isso sem dúvidas reflete no ensino escolar no convívio com o professor e seus colegas, onde o conhecimento se dá de forma coletiva, sem o individualismo da sociedade atual. A família e a escola devem trabalhar em conjunto para que nossas futuras gerações criem o espírito de companheirismo e solidariedade. Mesmo que a prática escolar ainda esteja muito longe da teoria, nós como futuros professores devemos ensinar princípios para uma sociedade próspera.

    Bruna Ribeiro Zanon RGM: 6943/ 2° PEDAGOGIA NOTURNO

    ResponderExcluir
  3. Lamentável que vejamos isso acontecer mais infelizmente é a nossa realidade os pais não conseguem mais educar seus próprios filhos e a responsabilidade em cima da escola, onde deveria ter o papel de ensinar e não educar, conceitos básicos foram esquecidos, o papel da família nos últimos tempos foi totalmente invertido a mãe já não é tão presente e assim se reflete na escola com a falta de educação, desrespeito aos professores e quebra de obediência como no caso do garoto que perdeu o braço, não só o pai deveria estar junto ao filho mas como devia alertar sobre os perigos e é claro com onze anos sabemos a diferença de um tigre para um gato.
    Mas como educadores devemos ainda assim acreditar em uma mudança, e mesmo não sendo função do professor educar podemos passar alguns conceitos como já de fato acontece, para que no futuro possamos ter cidadãos de bem, e também podemos realizar conversas com os pais para relembrar o que realmente faz um família, pois um filho não precisa apenas de roupa, brinquedos e coisas fúteis, precisa de amor, carinho e acima de tudo educação.
    Erica Teixeira de Assis.

    ResponderExcluir
  4. É evidente que a educação está e se faz presentes de várias maneiras em nossa vida, mas que de um tempos pra cá, o ser humano vem perdendo. Os jovens de hoje, não tem aqueles ensinamentos éticos e morais iguais ao que tinham antigamente. A educação não é só passada no âmbito escolar, e sim, em todos lugares e principalmente quando convivemos em sociedade.
    Os pais hoje em dia, estão acreditando que o papel da escola, além de ensinar é também de educar, com essa visão temos este grande problema, um monte de crianças / adolescentes crescendo sem educação, indisciplinados, não respeitam os professores e nem seus colegas.
    O acidente que ocorreu no zoológico do Paraná, onde o menino teve seu braço amputado, decorreu por falta de um ensinamento muito importante que é a obediência, uma criança de 11 anos, já tem a consciência de saber diferenciar uma coisa da outra, e agiu de modo sem pensar nas futuras consequências.
    Nós como futuros educadores, temos trabalhar muito nesta questão para mudarmos esta história, e com o apoio da família possamos ter uma educação de qualidade.

    Jéssica da Rocha Barbosa 6912 - 2º Pedagogia Noturno.

    ResponderExcluir
  5. É impressionante como alguns pais hoje em dia educam seus filhos, não impõe limites e muito menos respeito, este caso do garoto que teve o braço amputado poderia ter sido evitado se o pai tivesse feito seu papel de protetor e alertar sobre os riscos, e fala sério 11 anos e precisou um tigre ataca-lo para criar juízo e consciência que era um tigre e não um animalzinho de estimação? não adianta culpar o zoológico, o problema era a falta de limites desse menino e do pai, se não fosse no zoológico poderia ser em qualquer outro lugar.

    Lucilaine O. Macedo da Silva RGM- 6230 4° PEDAGOGIA NOTURNO.

    ResponderExcluir
  6. Infelizmente os pais estão esquecendo de passar alguns ensinamento éticos e morais para as crianças, o resultado é de jovens que estão crescendo sem limites e que não respeitão a ninguém e isso se reflete na escola crianças e jovens sem interesse no estudo. Nós como pedagogos devemos acreditar em mudança e fazer o possível para melhorar a educação.

    Aline Aparecida dos Santos RGM: 6717 2º Pedagogia Noturno

    ResponderExcluir
  7. infelizmente os pais estão esquecendo de passar alguns ensinamento eticos e morais para as crianças, o resultado é de jovens que estão crescendo sem limites e que não respeitão a ninguém e isso se reflete na escola crianças e jovens sem interesse no estudo. Nós como pedagogos devemos acreditar em mudança e fazer o possível para melhorar a educação.

    Aline Aparecida dos Santos RGM: 6717 2º Pedagogia Noturno

    ResponderExcluir
  8. A educação parte da família, do convívio que a criança tem dentro de casa desde pequena que nem diz o texto, é esta educação que vai formar o caráter da pessoal e seu nível de obediência e até a onde vai os seus limites. É triste a história do menino, mas o senso deve vir acompanhado da educação pois, mesmo que o animal estivesse solto na rua nós como seres humanos sabemos que não podemos nem se quer chegar perto deste tipo de animal pelo seu porte e sua bravura, então essa educação faltou da parte dos pais da criança a educação que vem de casa e parte dela também da transferência de conhecimento que deve ser aperfeiçoado na escola e no convívio dia a dia com outros seres humanos.

    Thainá Santos RGM - 7224 - 2° Pedagogia Noturno

    ResponderExcluir
  9. Patrícia C Oliveira 24 de Outubro de 2014 21:31

    A família é a base de tudo e essencial para o desenvolvimento das crianças, porém hoje esses valores estão deixados de lado os papeis se inverteram os filhos querem mandar nos pais e as crianças passam mais tempo na escola ou sozinhas em casa na frente do computador ou vídeo game.
    Os pais como ficam mais tempo fora do que em casa, acabam cedendo e deixam os filhos fazerem o que quiserem e nesse momento que muitos perdem a autoridade que tem sobre seus filhos, e começa a desobedecer seus pais, educadores e outros responsáveis.
    Esse caso do zoológico foi muito triste e o pai dessa criança foi irresponsável sabendo do perigo que o filho corria ao ficar perturbando um animal daquele porte estava claro que algo muito grave poderia ocorrer, e ele simplesmente ignorou isso não precisa ter placa avisando que não pode chegar perto nós sabemos que aquele animal é perigoso e todo cuidado é pouco.
    A educação não é responsabilidade do professor até mesmo porque a mesma começa dentro de casa, onde a criança convive e vai formando seu carácter por isso é preciso dar limites para essa criança e transferir conhecimento a ela e na escola o educador vai contribuir para que seja aperfeiçoada dia-a-dia, no convívio diário.
    E necessário que as crianças tenham respeito pelos pais e por todos que estão responsáveis por ela, para que haja obediência e não ocorra esse tipo de situação e nós como pedagogos devemos sempre buscar melhorias na sociedade em busca de ser humanos cada vez melhores no futuro.

    Patrícia Cristina Oliveira RGM- 6645- 4º Pedagogia Noturno

    ResponderExcluir
  10. Lamentável as notícias que vemos diariamente sobre educação no Brasil.
    Concordo plenamente com a autora em relação aos pais que perderam, ou melhor, querem transferir essa função do ato de educar seus filhos e colocar essa responsabilidade nas escolas, como diz Paulo Freire a escola atual tem o papel de possibilitar a construção de conhecimento e não educar o carácter de seus filhos.
    O papel do professor é ser o mediador entre o aluno e o mundo, internalizar essa relação e significação dos conteúdos, a afetividade entre eles não é a de pai ou mãe com um filho.
    Muitas vezes a causa dos desrespeitos e desobediências por conta dos alunos está nesta ausência de formação de valores e carácter dentro de casa, pois se o discente não respeita ou tem limites dentro de sua própria casa o que podemos esperar fora dela?
    Para isso é necessário e importante à educação cooperativa, ou seja, o incentivo a prática de respeitar e saber trabalhar com o outro (os), diminuir a competitividade entre alunos (pois há sempre um querendo ser melhor que o outro ou comprar ou aparelho celular mais avançado que do colega...).
    A educação necessita urgentemente de mudanças e deve ser um processo em constante construção e atualização.

    Jéssica RGM 7131 2º Pedagogia Noturno.

    ResponderExcluir
  11. Nos tempos atuais o que encontra-se são jovens sem limites, sem respeito ao próximo, claro que não são todos, mas nada se compara como antigamente, onde formavam-se jovens educados e que respeitavam ao próximo, e pergunta-se o por que dessa triste realidade.
    O que acontece é o simples fato da sociedade ter uma visão de que a escola é responsável por educar seus filhos, esquecendo que a educação vem de casa e que a família também é papel importante nesse processo, escola e família devem agir complementarmente em suas tarefas de educar as novas gerações, mas infelizmente estes princípios estão sendo esquecidos, principalmente com a modernização do mundo convivemos nessa era tecnológica e as pessoas estão cada vez se afastando umas das outras e sem perceberem estão alienadas neste mundo de encantamentos.

    Débora dos Santos Nascimento/ RGM 7628/ 1º Pedagogia Noturno

    ResponderExcluir
  12. Evidentemente que a educação é essencial em todos os momentos de nossa vida, na profissional,sentimental,espiritual, no entanto, muitas pessoas equivocam-se ao atribuir à escola total responsabilidade nessa formação educacional pois, professores podem sim colaborarem com ampliação da educação mas, antes de tudo é necessário que o ser já venha com essa noção de educação desde o "berço" seus pais são os maiores responsáveis porém, é preciso que esses pais tenham um conhecimento do que é ser um cidadão do bem, pois, não se pode ensinar aquilo que não se pratica, já que na maioria dos casos os filhos são os espelho dos pais, e esses devem dar o mínimo de incentivo a seus filhos para que ao menos tenham interesse em se tornarem pessoas de boa índole pois como diz um velho ditado " A educação é como uma moeda de ouro, ela tem valor em qualquer lugar do mundo". Nádia Diniz. RGM 6247, 4º Letras Noturno.

    ResponderExcluir
  13. A cada dia que passa podemos perceber que os pais estão sedendo muito na educação de seus filhos achando tudo muito bonito, sem impor limites e sem ensinar coisas uteis para o crescimento das crianças,a escola e a família são uma parceria para a Educação o que os pais estão esquecendo é que a primeira educação vem de casa se os pais não educarem não é a escola e os educadores que vão fazer sua a parte na formação do caráter da criança sendo assim um sempre precisara do outro.
    Karine Santos rgm 6963 2 ped noturno..

    ResponderExcluir
  14. A nossa educação aqui no Brasil, está cada vez mais defasada por conta da falta de interesse dos alunos e professores,mas isso sem generalizar, porque não são todos que são assim.Esse contexto da educação envolve vários fatores,ou seja, é um conjunto envolvendo: sociedade,política,professores, alunos e família, enfim existem uma infinidade de coisas que implicam na educação.
    Renata de Andrade Alves rgm: 6901 período noturno

    ResponderExcluir
  15. Luana Martins pedagogia 2ºA matutino

    Sobre este assunto entendo que escola e família devem estarem sempre ligados e manterem uma boa relação entre pais alunos e professores.Como diz o tema deste assunto: educação e cooperação, então não devemos olhar negativamente para um lado só porque não se faz educação apenas na escola, pois na minha opinião escola é teoria, e, convívio familiar é pratica então os pais deveriam atentar-se de impor as devidas educações e os limites destas crianças antes mesmo de entrar nas escolas, pois quem forma a criança para a sociedade é sim as escolas, mas caráter respeito obediências e princípios é a família,e também deveriam estar ciente que estão contribuindo para os futuros cidadãos e que ainda contribuirá para o bem da sociedade.

    ResponderExcluir
  16. ADEVALDA, RGM 6355 4° PEDAGOGIA MATUTINO Realmente, a educação no Brasil está um caso sério, filhos desrespeitam pais e professores. Pais cobram da escola seu papel de educador, como se a escola fosse o único lugar para educar alguém , quando muitas vezes esses próprios pais desrespeitam a escola em que seu filho estuda, mostrando ao mesmo que é assim que as coisas funcionam.
    Se são convocados para comparecer a escolas em reuniões ou outros motivos dificilmente vão, mas se um professor fizer algo que ele não concorde, lá vão eles mostrar que se preocupam com os filhos mas será que é só dessa preocupação que a criança precisa?
    Fazendo um resumo sobre o texto, a educação da nossa modernidade contemporânea, está ai para quem quiser usufruir dela seja nas tecnologias ou os poucos contatos que a sociedade ainda tem um com o outro.
    Vivemos em um mundo louco, perderam- se os valores, mas afinal de que valores falamos?
    Tudo está confuso, transitamos em um planeta de pessoas desorientadas e incapazes de perceber isso, vivemos roboticamente e estamos sendo manipulados por um sistema e nos acomodamos com isso.

    ResponderExcluir
  17. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  18. Raissa Alexandra Lopes Wanderlei, Rgm: 6324, 4°Pedagogia - Matutino

    A educação no Brasil vem sofrendo um processo de mudança assustador. Antigamente os profissionais da educação eram valorizados e respeitados por todos, o papel da escola, da família, dos pais e de todos envolvidos no desenvolvimento da criança, estavam bem claros.
    Atualmente há uma falta de respeito tanto dos pais quanto dos próprios alunos, além disso a escola passou a ter toda a responsabilidade de ensinar, educar, transformar, formar e criar esta criança.
    Em que momento da evolução do Brasil a escola pegou toda a responsabilidade para si? Quando que o profissional da educação perdeu seu valor?
    Antes de perdermos tempo respondendo estas importantes questões vamos a questão crucial: Como mudar esta realidade ?
    Enfim exponho minha opinião, os profissionais da educação e até mesmo os futuros professores devem em primeiro lugar parar de culpar terceiros e começar a mudança em si (até por que não é reclamando que se muda algo, deve haver atitudes para haver mudanças), não pensar no salario ( claro que o professor deveria ter um salario melhor, é obvio já que é um profissional muitíssimo importante, porém novamente não podemos nos acomodar e esperar atitudes de terceiros), além de outros aspectos, é importante destacarmos o principal objetivo do texto, a importância da cooperação, que de fato é importante, todos os profissionais envolvidos no ensino-aprendizagem devem participar e cooperar para que o maior objetivo da educação seja alcançado, a educação para a vida.
    A educação deixa de ser algo mecânico, com seus diversos conteúdos a serem ensinados e avaliados, mas passa a ser algo ligado a valores, assim formando um ser sensível, cidadão e educado, no sentido mais rico da palavra, um ser humano que não precisa ser supervisionado para saber o que é certo ou errado, mais tem enraizado em sua consciência, o que deve e o que não deve fazer.
    É clichê porém essencial terminar este comentário com a seguinte endagação "Se nós futuros profissionais da educação não acreditarmos na mudança que a educação pode fazer na vida de um ser humano, quem acreditará?".

    ResponderExcluir
  19. Ligia Helena. RGM. 6636 4° PEDAGOGIA27 de outubro de 2014 09:03

    A educação no Brasil é muito ruim, é preciso a união da família e corpo docente, reconheço porém acredito que mesmo precariamente há investimento não o suficiente mais há, o que muitas das vezes acontece é que os usuários desse sistema de educação não dá o devido valor, veja bem não defendo governo, mas defendo a possibilidade de haver uma educação de qualidade existe, com uma pequenina atitude dos docentes, discente, administradores e comunidade que a escola atende. É questão de arregaçar as mangas e abraçar a causa.
    Bom, acredito que no caso do menino que teve o braço dilacerado pelo tigre faltou bom senso por parte do pai. Muito se disse sobre o Zoológico, vigilante que trabalha lá, mas nenhum desse pode ser responsabilizado pela perda do menino, pois qualquer um em plenas capacidades mentais tem o discernimento sobre um felino desse porte até porque só a presença do animal impõe "autoridade" e outra tinha um placa advertindo tal ação. Falta limite, essa mania de brasileiro de ignorar as coisas básicas e fundamentais para a convivência saudável com o ambiente.

    ResponderExcluir
  20. - Brenda Alves Seabra RMG: 7092. 2º Matutino.

    O ser humano educa e é educado na medida em que convive em sociedade.
    Em casa, na rua, na igreja ou na escola, de um modo ou de muitos, todos nós envolvemos pedaços da vida com ela: para aprender, para ensinar, para aprender-e-ensinar. A prática escolar esta cada vez mais distante da teoria e é nesse ponto que é necessária uma urgente mudança. Vincular a educação que é um processo, ainda difícil , com práticas de cooperação é uma alternativa emergente para formação de novas consciências coletivas, firmadas em valores de solidariedade com o foco de preparar educandos fortalecidos e unidos ao enfrentamento das adversidades futuras.

    ResponderExcluir
  21. Adriana Martins RGM: 6119 - Interessante o título “Educação e Cooperação”. Acredito que não foi mera coincidência este título, pois com a cooperação podemos alcançar a verdadeira educação. Tal educação inicia-se em casa, através do convívio social.
    Vivemos num país onde a política não dá condições suficientes para manter a educação de qualidade. Salários pequeníssimos, falta de material para trabalho, e vários outros motivos que desencadeiam a desmotivação dos profissionais da educação.
    Solução? Acredito que um trabalho coletivo com política, sociedade, educadores e principalmente com a família já seria um bom começo.

    ResponderExcluir
  22. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  23. VALDETE COSTA RGM 6713 PEDAGOGIA 2 MANHÃ
    O Brasil vive - hoje - um momento único. O anseio por uma educação de qualidade para todos é de toda a sociedade. Não há grandes diferenças nas propostas de política educacional. Não faz muito tempo, ouvia-se que o salário não era o mais importante. Hoje há um consenso: salário, carreira, formação inicial etc. Não podem ser medidas isoladas. Porém, devemos ter consciência de estamos trocando o pneu com o carro andando. Não podemos negar que o fator social precisa ser enfrentado para que se tenha sucesso. A educação continua a ser negada para muitos por meio da exclusão. A qualidade que almejamos precisa garantir mais condições para aqueles que mais precisam (material pedagógico diversificado, equipamentos, infra estrutura adequada...)Apesar de todas as dificuldades, a população mais pobre insiste em estudar. Sabe de sua importância

    ResponderExcluir
  24. Vamos lá galera alimentar esse blog...é chato ,massante ter que fazer ACC, mas é preciso então vamos lá ...

    ResponderExcluir
  25. Nos dias atuais estamos nos deparando com noticias que cada vez nos assombram com a falta de responsabilidade dos pais, vemos a pouco o caso do garoto de 11 anos que perdeu o braço no zoológico de são paulo, acredito que essa falta de noção ou de limites vem de anos atras,afinal a educação do nosso pais não é um exemplo de sucesso, alunos sem estrutura de ontem, geram pais sem estrutura de hoje. assim a educação de nossos pequenos passam a ter responsabilidade maior dos educadores de hoje, acredito que a educação das crianças tem que ser dividida entre a escola e os pais posam se unir, assim formar cidadães com ética, moral e sensibilidades.
    Suelen Fernanda Bernardo Ribeiro, 6203 Pedagogia 4 semestre Noturno.

    ResponderExcluir
  26. De um modo geral infelizmente os acidentes acontecem, podia ter sido evitado, mas quando a família principalmente os pais não estão capacitados a dar prioridade a educar seus filhos nos valores morais e éticos, impor limites,estabelecer algumas normas e princípios de boa conduta os filhos não estabelecem qualidades como obediência, respeito e bondade.
    De que adianta por exemplo ter a carteira de habilitação, estar ápito a dirigir o carro, se não tem responsabilidades e não ter juízo; os pais tem a responsabilidade da formação moral, social e cultural de seus filhos, moldando os valores e princípios, instruir em uma educação básica para a construção de um bom cidadão de bem, preparados para a cidadania e para a escola.
    Há um ponto, um detalhe que devemos nos atentar também o envolvido neste caso, é o fato de ser um adolescente, onde ainda está se formando o modo como ajustar as regras e não tendo completa consciência de seu papel social, está se adquirindo a característica de uma educação familiar, deve se ter um ambiente saudável e atitudes que proporcionam um bom caráter vindo dos pais.
    Precisamos nos atentar como sociedade que a mídia muitas vezes, quer fazer o surpreendente o “chamar a atenção” para ter um maior números de pessoas, como descrevem alguns repórteres: o menino era “corajoso”, corajoso ou imprudente? Devemos ter uma visão de reflexão.
    Os limites muitas vezes não são estabelecidos pelos pais, desde que mundo é mundo, a família tem um papel muito importante na formação educacional, moral e ético, o que está acontecendo é a perda deste princípio, falhas na estrutura familiar que desmorona, estamos na era virtual onde a informação chega muito rápido, onde os jovens tem acesso a tudo.
    A vida cotidiana, as correrias do dia a dia levam as famílias não terem tanto contato com a criança, em tempos passados os pais tinham mais tempos com os filhos, antes as mães ficavam em casa, hoje a vida moderna fragmentou a família, as famílias têm padrões diferentes , a forma de convivío foi modificada, antigamente as famílias tinham casas com maior espaço, quintais grandes, animais de estimação, a criança tinha mais acesso as brincadeiras com locais livres, como brincadeira de pique-esconde, de roda, pular corda, roda pião e outros, a interalização social, cultural e moral eram desenvolvidas naturalmente.
    A escola tenta muitas vezes suprir as necessidades do educando, preparando através do educador brincadeiras coletivas e espaços para um desenvolver social e cultural, a ação pedagogica tem o papel de formar a conduta do educando, desenvolver o conhecimento atráves do saber.
    Maria de Fátima C. Garcia RGM: 6905 2º Pedagogia A matutino

    ResponderExcluir
  27. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  28. Daniela Ferraz Lacerda 6252
    Traçando um paralelo entre o acontecimento e a educação no Brasil podemos ver que no geral as pessoas estão muito mais preocupadas em achar o culpado do que pensar no que deve se fazer para que erros tão graves que possam prejudicar as pessoas não voltem a acontecer.
    O que deve ser feito é cada pessoa envolvida se responsabilizar e tomar atitudes que ajudem a melhorar.
    assim deve ser feito na educação, parar de procurar um culpado e cada pessoa que está envolvido na educação mudar de postura pensando no bem maior que é o aluno

    ResponderExcluir
  29. ALINE EVANGELISTA DIAS RGM: 6310 4º PEDAGOGIA MATUTINO


    A educação é um tema bastante usado por todos, mais como muitas vezes de forma errada. Hoje em dia enfrentamos uma péssima educação no Brasil, contando com a ajuda de uma grande maioria da população. É uma grande decepção o que vemos hoje em dia, os pais não conseguem educar seus próprios filhos e fazem questão de jogar toda essa responsabilidade para a escola, ou melhor, para os professores. Vivemos numa sociedade individualista onde as pessoas só pensam em si e não está se preocupando com o futuro das crianças não cooperam para que possamos viver em harmonia. Uma grande solução a essa problema seria primeiramente a união do corpo docente da escola com os pais e alunos, assim poderia ter um grande avanço.
    Infelizmente acidentes acontecem, mais podendo expor minha opinião o pai deveria sim ter alertado ainda mais seu filho do perigo que era chegar perto daquele animal, sendo assim posso perceber que o pai não teve controle sobre o próprio filho, é ai que está o grande problema, “ Pais não conseguem mais controlar seus próprios filhos”.

    ResponderExcluir
  30. Concordo plenamente as crianças não estão tendo limites, e seus pais acham normal pois temos que deixar algo claro a família que é responsável pela formação do carácter das crianças a escola forma para uma sociedade igualitária ou visa isto ao menos. Bom essa criança não tinha um pingo de limites e os pais um pingo de autoridade necessária e deu no que deu então que isso sirva de lição a outros pais que não sabem ter o respeito e a autoridade sobre seu próprio filho.

    ResponderExcluir
  31. O nosso João Calmon (1919-1999), colatinense de Baunilha e conhecido como "senador da educação", já alertava, nos anos 1970, a respeito da educação. "Se não tomarmos esse rumo, somente um milagre de Deus evitará a convulsão social."

    ResponderExcluir
  32. Acredito que a educação vem dos pais já os educadores ajudam a aprimorar os conhecimentos. Só que poucos praticam. No caso do menino com o tigre, posso afirmar que o menino mostrou desobediência sobre a ordem adquirida, onde ele não teve consciência de seus atos. Sendo uma criança de 11 anos, era para ter a capacidade de entender o que é certo ou errado.
    Os pais não conseguem mais educar seus filhos e simplismente passam essa responsabilidade para a escola onde a escola deveria somente ter o papel de ensinar. Para que as proximas gerações possam ter um ensino adequado, as escolas teram que obter mudanças. Onde ajude a melhorar o ensino e conquistar mais conhecimento.

    Thais S. Leal Oliveira RGM: 6780 2° pedagogia matutino

    ResponderExcluir
  33. A educação vem dos pais e a escola ajuda com o conhecimento por isso que os dois têm que cooperar, mas as pessoas acham que a escola deve educar seus filhos só estão erradas porque isso é dever dos pais.
    O acidente do garoto que teve o braço arrancado isso foi ocasionado porque o menino não respeitou os animais, os avisos e nem as autoridades do zoológico. Os pais dele não deram a devida educação também esse é um dos motivos disso ter acontecido, o zoológico não teve culpa nenhuma porque tinha avisos escritos e também até uma criança de 11 anos sabe como é perigoso mexer com os animais do zoológico.
    Aline Yukie Eguchi RGM:6964 2º Matutino Pedagogia

    ResponderExcluir
  34. Infelizmente nos dias de hoje a educação esta muito precária,os pais não conseguem mais educar os filhos,e acaba passando essa responsabilidade para a escola.
    O acidente com a criança no zoológico,no qual o tigre arrancou o braço do garoto, vê se claramente que ninguém pode ser responsabilizado pela perda do braço do menino,alem de haver placas que advertia, qualquer um em plenas capacidades mentais tem o discernimento sobre um felino desse porte,pois para um garoto de 11 anos já dar pra definir qual animal em um zoológico e perigoso ou não.

    Lucilene cordeiro rgm: 6923 2º pedagogia matutino

    ResponderExcluir
  35. Erica Francine Lima a Silva RGM: 6318 4° PEDAGOGIA MATUTINO

    Hoje em dia a educação esta bem complicada, pois não há um controle com as crianças, os próprios pais abriram um pouco de mão da educação de seus filhos, e com isso a maioria das vezes as crianças se tornam rebeldes e mal educadas, essa má educação vem primeiramente de casa, é preciso que os pais tenham um controle sobre seus filhos e os eduquem de uma maneira certa. E não joguem a responsabilidade apenas em cima da escola, achando somente que os professores que tem a obrigação de educar.
    Uma solução para esse problema seria a união da comunidade com a escola, é preciso que os dois caminhem juntos, ajudando uns aos outros, os pais precisam se preocupar mais com a educação de seu filho para que assim a escola possa fazer a sua parte

    ResponderExcluir
  36. PATRICIA RGM 6627 PEDAGOGIA NOTURNO
    ACREDITO QUE A EDUCAÇÃO E A COOPERAÇÃO ANDAM JUNTOS ,A COOPERAÇÃO DOS PAIS DA COMUNIDADE E EDUCAÇÃO ,SE OS PROPRIOS PAÍS NÃO SOUBER EDUCAR SEUS FILHOS O MUNDO NÃO VAI FAZER.

    ResponderExcluir
  37. A família com certeza é a maior responsável pela educação da criança, porém como dito no texto todos contribuem para esse processo de forma significativa. Os pais já não se preocupam tanto em relação a isso o que acaba fazendo com que os mesmos percam a autoridade e assim o respeito dos filhos, que atualmente fazem o que querem na hora em que querem.
    Os pais teem o dever de impor limites aos filhos para que os mesmos aprendam a respeitar não só à eles como a todos que o cercam, o que contribuirá não apenas para sua vida em casa, mas escolar e social. Os professores são grandes contribuidores nesse processo de formação de caráter e respeito, porém não trabalham sozinhos, é necessário que a sociedade contribua da melhor maneira possível para a formação de pessoas melhores.

    Bruna Soares dos Santos - 6583
    4° Pedagogia Noturno.

    ResponderExcluir
  38. Atualmente nos deparamos com inversão de valores, onde deixam de ensinar respeito ao próximo e as regras estabelecidas para se viver em sociedade, muitas vezes o pai ausente por conta de trabalho ou desacordo familiar, deixa de ensinar valores importantes constituídos no seio familiar,não conseguindo impor limites.É necessário uma reflexão quanto ao fato de crianças serem educadas erroneamente, ao ingressar no âmbito escolar serão educandos problemáticos em relação a respeito aos adultos e comportamento inadequado, achando que tudo pode e que nenhuma culpa lhe será imputada.
    Diante do exposto entendemos a importância da comunicação e cooperação da escola e a família, explicando aos pais que na educação dos filhos limite é sinônimo de amor, porém juntos formaremos cidadãos críticos para um futuro melhor.Eu acredito!!!

    Elaine Anjos RGM: 7217
    2º Pedagogia Matutino

    ResponderExcluir
  39. Observar o texto publicado me faz lembrar uma frase de Durkheim que dizia: A educação é como uma pecinha de uma engrenagem que simboliza a sociedade, evidenciando que sem educação a sociedade não funciona.
    A nação brasileira tem sofrido muito com a falta de limites, uma prova desse relato é as histórias reais que são contextualizadas neste blog, infelizmente nem todos querem seguir regras e normas, e como bem sabemos toda ação gera uma reação, eu como futura educadora aprendi que os primeiros agentes sociais significativos são os pais como ação de socialização primaria.
    Atualmente o que mais tem ocorrido é inversão de valores, e quando acontecem casos como esse do menino e do tigre a maior preocupação da sociedade é procurar culpados, e não buscar entender o que realmente está acontecendo de errado talvez esse seja um grande agravante que precisamos reavaliar.
    Nome: Dayane da Silva Azevedo RGM: 6910 Turma: 2º Pedagogia B (Matutino)

    ResponderExcluir
  40. É lamentável relembrar esta notícia que abalou muitas pessoas, principalmente aquelas envolvidas no incidente e acredito que o pai do garoto, depois do ocorrido tenha ficado bem abalado por não ter imposto limites no seu filho.
    Apesar da placa de aviso do Zoológico e do aviso de outro visitante o pai deixou seu filho ultrapassar os limites, pois não tinha nenhum fiscal por perto. Isto realmente nos mostra o quanto estamos desacostumados a agir com respeito por traz dos “bastidores” e o quanto necessitamos do “controle”. É mais triste ainda observar que tem países com conceitos de educação que diferem totalmente dos nossos.
    Sheila C. de Oliveira RGM: 6922 2°Pedagogia B (Matutino)

    ResponderExcluir
  41. Há de fato problemas acontecendo na educação brasileira que a cada dia fica mais em evidência. Os pais culpam a escola por isso, e a escola culpa os pais por aquilo. Afinal quem é o “verdadeiro culpado”? As pessoas se “corroem” naquilo que elas chamam de justiça e não percebem que elas mesmas podem vir a ter um dia tal atitude considerada estúpida por tantas outras, até por elas mesmas. Não estou dizendo que o pai do garoto não teve culpa no caso, mas devemos lembrar que este ato ficará para o resto da vida na mente dos envolvidos como consequências.
    Portanto, no meu ponto de vista não devemos ficar nos impondo como os corretos da vez. E ainda acho que sim, houve e há problemas nos nossos valores educacionais de modo geral, pois é horrível observar que por diversas vezes só respeitamos as “regras” se houver fiscalização por perto.
    Acho também que devemos parar de jogar a culpa no “outro” e começar agir nós mesmos com o nosso próprio exemplo. Sei que é difícil, mas devemos tentar.
    Como vamos mudar e educar se nós mesmos não agimos e nem tentamos agir de maneira diferente?
    Ingrid R. da Silva RGM:6786 2°Pedagogia B

    ResponderExcluir
  42. De acordo com o primeiro texto “Educação e Cooperação”, o ser humano está sempre envolvido em troca de experiências, pois a todo momento estamos aprendendo ou ensinado alguém, assim não temos como fugir da educação. De fato, a escola não é apenas o único lugar para trocas de conhecimentos, pois aprendemos em todo lugar e a qualquer hora, seja em passeios, casa, igrejas e etc. Assim, o ser humano transmite e recebe educação na convivência em sociedade, além disso, o nosso conhecimento é construído coletivamente, pois a escola é o lugar ideal para essa construção.
    De acordo com o segundo texto “O tigre, o menino e o trânsito” o garoto que teve o braço amputado estava errado, pois ignorando os avisos de proteção desobedeceu as ordens impostas pelo zoológico e com isso aconteceu o acidente. Muitas vezes, as pessoas não respeitam determinada autoridade e acabam em situações constrangedoras. Além disso, as pessoas devem ter o respeito em casa, a fim de saírem nas ruas e aprenderem a obedecer às diversas ordens presentes nos mais variados lugares. De fato, a fiscalização também é muito importante para evitar certos tipos de desobediência, seja ela no trânsito, no zoológico e em outros lugares.
    Já o vídeo é muito relevante, pois nos mostra de maneira simples os riscos que se podem ter, caso uma criança não seja fiscalizada pelos pais. Além disso, o desenho visa mostrar os perigos que podem ocorrer em um zoológico, assim como ocorreu com o garoto que teve o braço arrancado pelo tigre.
    Igor Apº Cardoso Silva – RGM: 6718 – 2º Semestre de Letras

    ResponderExcluir
  43. A aprendizagem de uma forma geral se dá em todo ciclo em que rodeia a criança, por esse motivo não dá para dizer que o mal sucesso educacional tem um único responsável, é fato que a escola é um grande contribuinte para a concretização do saber, porém o conhecimento não se dá somente nos âmbitos escolares, pois o que é de seu convívio social e familiar também contribui para a formação de seu saber e caráter, o problema que hoje os pais tem depositado toda a responsabilidade nos professores na escola, e não tem se atentado para a importância de sua atuação na formação de seus filho.

    Natália Caroline de Andrade RGM: 6541 4º pedagogia noturno

    ResponderExcluir
  44. Como sabemos a socialização primaria vem da família, isso já nos mostra que a família tem uma grande responsabilidade de impor limites e respeito ao seu filho. Dando a ele uma melhor compreensão para definir o que é certo ou errado. Sinceramente creio eu, que um menino de 11 anos já entende, o pai tinha que fazer sua parte, e chamar atenção do filho por estar fazendo algo que não deveria, pois esse menino precisa ter limites a certas coisas. Infelizmente eles tiveram que sofrer para aprender e compreender. A escola é a socialização secundária, pois ela ajuda o aluno aprender a ter um bom convívio com grupos maiores como à sociedade e respeitando suas leis, a escola faz muitas vezes o papel da família.

    Letícia Santana do Nascimento 6820 - 2°Pedagogia B

    ResponderExcluir
  45. Isso acontece pelo fato de os pais da nova geração não ter noção de uma educação adequada utilizar como desculpa a frase "EU VOU DAR TUDO PARA O MEU FILHO O QUE EU NÃO TIVE", assim não impondo limites as crianças. O impacto dessa postura compromete o desenvolvimento escolar e social do individuo, os educadores precisam estar sempre em dialogo com os pais e demais profissionais da área para amenizar o impacto na vida futura desse aluno.
    Gislene Meneses 2º Pedagogia B Mat.

    ResponderExcluir
  46. Infelizmente nos dias atuais a sociedade vive um verdadeiro comodismo relacionado a Educação.Isso se deve pelo fato de pais deixarem os filhos fazerem o que eles desejarem, na qual o famoso "Pode sim,filho",está cada vez mais perigoso!
    No caso deste menino de apenas 11 anos, vemos uma realidade de como está a educação da sociedade brasileira...Um caos,na medida em que os pais não conseguem mais controlar seus filhos,pois o mesmo aprendeu com a má educação que se obteve na família inserida que deve fazer realmente o que quer, sem se preocupar com óbvias consequências trágicas.
    O Brasil precisa de uma mudança considerável,terapêutica relacionada a Educação de Pais e Filhos!
    Veruschka Maria de Almeida Honorato Santana Rgm: 6914 2° Pedagogia B manhã.

    ResponderExcluir
  47. Todos sabemos a importância da escola na vida do individuo, sabemos que hoje em dia a mesma tem que auxilia na educação, uma vez que algumas crianças passam mais tempo na escola do que junto de seus pais. No entanto não podemos retirar dos pais o dever e responsabilidade de educar e conduzir seus filhos.
    Sendo assim é de fundamental importância que haja um dialogo e uma cooperação entre os pais e a escola, para que assim juntos se possa formar este individuo.

    Danielle Ap. Dias 7203 - 2° Pedagogia matutino A

    ResponderExcluir
  48. Educação e cooperação, são situações que devem andar juntas durante toda a vida de um ser humano, uma precisa da outra indiferentemente de lugar ou coisa parecida.
    Para uma boa educação de uma criança não basta somente mandar ela para as melhores escolas, os pais e a família tem um papel principal para uma boa educação, se na escola ele tem que seguir regras e saber obedecer o que ele pode ou não fazer, na sua casa com seus pais deve ser da mesma maneira, tendo que saber obedecer regras e limites que lhe forem dados.

    Nathalia kimberly 2º Pedagogia Noturno

    ResponderExcluir
  49. A Educação esta cada vez mais difícil de ser compreendida, precisa de mudança, e tirar essa responsabilidade que só a escola educa, pois não é bem assim a educação precisa vir de casa, a criança, o adolescente e até mesmo os pais precisam ser reeducados, precisam saber seu papel diante da sociedade.
    O caso desse menino nos mostra que os pais não souberam educar o suficiente para que chegasse a esse ponto. A família é tão importante quando a escola, sendo parceiras os permite um bom crescimento.
    Atualmente observamos que a escola esta fazendo o papel de educar mais do que os próprios pais, temos que mudar essa situação, voltar como antes, escola é para ensinar e as crianças para aprender... para assim torna-los em cidadães críticos é democráticos.

    Jacqueline Oliveira dos Santos RGM: 6758 - 2° Pedagogia Noturno

    ResponderExcluir
  50. Infelizmente hoje a escola perdeu sua característica de ensinar, pois ela se tornou totalmente assistencialista, o como o texto mesmo diz, os pais colocam seus filhos na escola com o pensamento de que saíram de lá grandes LORDES.E esquecem que é dever deles dar educação, limites, regras, pois vivemos em uma sociedade onde se deve cumprir algumas normas. Porém hoje as crianças muitas vezes não sabem o que é isso e acabam fazendo tudo o que querem, e acaba acontecendo o caso do menino do tigre.
    Portanto deve haver um trabalho coletivo entre escola e a família para que possa realizar um trabalho de sucesso na formação dos educandos, para que a escola possa oferecer um ensino de qualidade e que o aluno venha de casa com valores para que assim possa ter trocas de conhecimento, infelizmente o Brasil está com uma educação desvalorizada, mas nós futuros educadores poderemos fazer a diferença, fácil não é mas impossível também não!

    Carolina da Silva Cassimiro RGM 6271 4° ped manhã

    ResponderExcluir
  51. Infelizmente na sociedade atual estamos passando por uma série de conflitos relacionados a educação de nossas crianças. Algumas pessoas pensam que é a escola que tem que educar seus filhos, pensando assim estas pessoas deixam de contribuir para a educação de seus filhos, e muitas vezes quando seus filhos comentem algum erro, ou vão para um caminho errado, os pais atribuem a culpa para a escola.
    Penso que, para estes pais ou responsáveis que agem assim, deverão mudarem de atitude, mudarem o olhar sobre a educação de seus filhos, e passando a contribuir para a formação de seus filhos, pois como está no texto “Educação é um conjunto de regras transmitidas de pais para filhos com uma carga genética, o que a escola transmite é conhecimento”, portanto pais e responsável escola não educa, quem educa é a convivência familiar.

    ANGELICA MARIA RODRIGUES - RGM 6257

    ResponderExcluir
  52. Fabiana M. Pereira - rgm 6219 4o Pedagogia Matutino
    Infelizmente a educação hoje em dia vem sendo deixada para trás. Tanto a escola quanto os pais são responsáveis por transmitir educação as crianças. A escola é responsável pelo conhecimento formal da criança, os pais por sua vez são responsáveis pelo conhecimento de mundo, onde poderá ensinar para as crianças o que é certo e o que é errado. Vivemos hoje em uma sociedade que acabam dando tudo para seus filhos, não sabem dar limites e não sabem falar não. E isso resulta muitas vezes em casos como o do menino e o tigre. Os pais devem se lembrar que educação vem primeiramente de casa. A escola e os pais deviam trabalhar em conjunto para que houvesse essa conscientização, para que possamos formar, educar, ensinar e transformar essas crianças.
    Fabiana M. Pereira - rgm 6219 4o Pedagogia Matutino

    ResponderExcluir
  53. JÉSSICA AP. TAROCCO- rgm 6825 2º PEDAGOGIA matutino
    O que em acontecendo hoje em dia é que os papéis da escola e família estão sendo confundidos,de um lado os pais estão passando seus deveres de educar, proteger e instruir seus filhos para a escolas e do outro lado as escolas não estão fazendo sua parte com os alunos que é de educar esses alunos para convívio social lhes passando valores éticos e morais.Isso é muito triste, porque escola e família deveriam se unir para resolver juntos essas situações e não é o que está acontecendo estão praticamente declarando guerra um aos outros e com isso abandonam seus deveres, e isso resulta no desamparo a essas crianças que estão cada vez mais desobedientes, sem limites e agindo como querem.

    ResponderExcluir
  54. Na Constituição Federal no art.205. A educação, direito de todos e dever do Estado e da Família,será promovida com a colaboração da sociedade, visando ao pleno desenvolvimento da pessoa, seu preparo para o exercício da cidadania e sua qualificação para o trabalho.
    A legislação educacional brasileira postula que a educação é um fenômeno social de responsabilidade do Estado e da família que dever ser promovida e incentivada pela sociedade, que Escola e Família devem agir complementarmente em suas tarefas de educar as novas gerações e entre escola e família existem funções distintas, mas complementares.
    Eu acredito que em quanto achamos que a tarefa de educar e ensinar são diferentes, não poderemos mudar esse quadro, porque juntos somos responsáveis pela construção de uma cidadania.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na Constituição Federal no art.205. A educação, direito de todos e dever do Estado e da Família,será promovida com a colaboração da sociedade, visando ao pleno desenvolvimento da pessoa, seu preparo para o exercício da cidadania e sua qualificação para o trabalho.
      A legislação educacional brasileira postula que a educação é um fenômeno social de responsabilidade do Estado e da família que dever ser promovida e incentivada pela sociedade, que Escola e Família devem agir complementarmente em suas tarefas de educar as novas gerações e entre escola e família existem funções distintas, mas complementares.
      Eu acredito que em quanto achamos que a tarefa de educar e ensinar são diferentes, não poderemos mudar esse quadro, porque juntos somos responsáveis pela construção de uma cidadania.

      Adriana Aparecida Cruz dos Santos rgm 2014017140 1º semestre noturno

      Excluir
  55. Daniela Morais Barbosa RGM: 7096 PEDAGOGIA 2° SEM.3 de novembro de 2014 07:14

    Realmente alguns pais acham que a escola tem a obrigação de educar os filhos, mas no meu ponto de vista a escola é responsável pelo entrosamento da criança na sociedade, formação de habilidades para competências na vida adulta, além do aprendizado propriamente dito. E a família é responsável pela educação. As crianças precisam ter um alicerce em casa para aprender a discernir o que é certo ou errado, se pode ou não, Então trabalhando juntos, escola e pais, a coisa anda. Percebo que as crianças que mais dão problemas de disciplina na escola são filhos de pais ausentes (aqueles que nunca aparecem em reuniões, em atividades extra classes,), aqueles que realmente não estão nem ai, é uma pena mais realmente esse pais existem e não são poucos, também pode acontecer de que esses pais tenham problemas particulares e joguem para escola a função da educação de seus filhos, achando que é um problema a menos em suas costas quando na realidade eles estão causado mais e mais problemas. A escola contribui sim para o desenvolvimento de uma criança, mas é necessário a colaboração de todos, principalmente dos pais, para formar um cidadão responsável.

    ResponderExcluir
  56. Nome: Claudia Carvalho de Sousa RGM: 6359
    O ponto primordial nessa história de “declínio social” é “formação dos pais”, ou seja, estão se tornando cuidadores e ponto de inspiração aqueles q não sabem cuidar de si e respeitar as leis propostas a eles mesmos.
    Como cobrar de um filho que respeite a placa de sinalização que proíbe algo, se ele mesmo não respeita as placas de limite de velocidade, ou ate de local proibido de estacionar, os pais, devem ser o exemplo, não apenas dizer aos seus filhos o q deve ser feito e sim fazer para q ele tome isso como certo.
    Algumas crianças tomam o fato de desrespeitar as leis um ato de coragem, mas poucos percebem que as leis estão ali para a melhor convivência social e assim assegurar seu bem estar e segurança. Para a comprovação do fato podemos perceber o garotinho do zoológico já apresentado, que mesmo com as placas resolveu entrar na área restrita e acabou tendo o braço dilacerado.

    ResponderExcluir
  57. Nome: Aparecida Santos do Nascimento RGM: 6562
    O ponto principal nessa história de “declínio social” é “formação dos pais”, ou seja, pais que não sabem cuidar de si mesmos, como vão cuidar de seus filhos? Com isso os pais vão jogando para a escola a responsabilidade que na verdade é deles.
    Como cobrar de um filho que respeite atravessando na faixa de pedestre se ele mesmo não respeita as placas de limite de velocidade, os pais devem ser o exemplo, não apenas dizer aos seus filhos o que deve ser feito e sim fazer para que ele tome isso como certo.
    Algumas crianças acham que desrespeitar as leis é um ato de coragem, mas poucos percebem que as leis existem para a melhorar a convivência social e assim assegurar seu bem estar e a segurança. Para a comprovação do fato podemos perceber o garotinho do zoológico já apresentado, que mesmo com as placas de “perigo”, “área restrita”, foi até a jaula do tigre e acabou tendo o braço dilacerado.

    ResponderExcluir
  58. A educação é passada de geração para geração, é impressionante que mesmo com tanto acesso a informação vimos pessoas jogando lixo pela janela do ônibus e lavando os carros todos os finais de semana, e dizem precisa chover, o problema são os seres humanos, fazem ações irresponsáveis, porque privatizam o mundo no seu "mundinho' e esquecem que as consequências serão de todos! Bando de imbecis!
    Aynna Gabrielli Sanchez 6469 Letras Noturno

    ResponderExcluir
  59. Essa educação esta bem longe de uma educação saudável, uma criança com esse comportamento faz qualquer tipo de coisa, é triste para um pai que não consegue controlar seu filho e nem da uma educação, impor regras as vezes faz bem e muito saudável também.

    ResponderExcluir
  60. Denise Hermínia 6245 4° Letras

    COMENTÁRIO
    A educação é algo imprescindível na vida de uma pessoa, principalmente para viver em sociedade, pois é preciso regras para se ter um bom convívio com todos. No entanto ela vem sendo deixada de lado, todo mundo faz o que bem entende, mesmo se tiver desrespeitando o próximo, e isso não ocorre apenas com crianças, mas com adultos também. O grande problema é que a educação vem sendo esquecida desde bem cedo, porque os pais não educam seus filhos, e assim eles fazem o que querem, desrespeitam até seus próprios pais e a consequência disso são escolas que não conseguem cumprir o seu papel de ensinar, por conta da desobediência dos demais, ruas poluídas, pois todos jogam seus lixos no chão e os acidentes, porque ninguém segue regras e com isso, mesmo os que não estão envolvidos sofrem.
    Precisamos mudar essa situação, pois para vivermos em um mundo melhor é necessário ter a cooperação e educação de todos esses é o começo de uma possível mudança.

    ResponderExcluir
  61. MONNIE CAROLINE DE ALMEIDA RGM: 6475 4° PEDAGOGIA
    Infelizmente há alguns casos em que as pessoas a serem educadas em primeiro lugar são os pais e em seguida os filhos, as vezes quando muito jovens esses pais não sabem impor os limites a uma criança e é onde vemos a má educação destes, ou até mesmo famílias desestruturadas formam crianças desestruturadas e por isso vemos por aí diversas inversões de valores e papéis onde a criança faz o que quer, mandam na hora que quer e os pais "obedecem" e o pior ainda cobram da escola o que se quer fazem em casa. Mais para que a mudança ocorra será necessário uma mudança em conjunto o trabalho em conjunto pais e escola a fim de tornar a criança um ser consciente de seus atos, e sabendo que cada um deles geram consequências, não será através da violência, pois somente a educação será capaz de transformar, não só a formal quanto a informal também, aquela que é dada dentro de casa.

    ResponderExcluir
  62. A educação da criança é dever dos pais desde que elas nascem,porém esses papeis começaram a ser trocados,é esta educação que vai determinar o caráter da criança quando adulto.
    Essa geração esta bem diferente ,alguns pais pensam que educar é responsabilidade da escola somente e é ai que eles se enganam.
    Nós como educadores não devemos fechar os olhos para nossas crianças e desta forma mostrar para os pais de certa forma que temos que nos unir ,nos ajudar para uma educação de qualidade e o mais importante fazer a diferença na vida de cada uma delas.

    Maria Araújo RGM 7107

    ResponderExcluir
  63. AMANDA PAULA RODRIGUES 6442-4°PEDAGOGIA-MATUTINO
    Nesta sociedade contemporânea é fácil perceber que existem muitos valores invertidos, no primeiro texto a autora relata o que de fato concordo que a educação esta em todo lugar e se faz o tempo inteiro desde que haja interação seja no convívio social ou familiar, o que difere que durante muitos somente a escola era tida como um local de aprendizagem. Referente à situação que envolveu o tigre e o menino no segundo texto existe de fato muitos questionamentos, no entanto não posso me calar e concordar que a escola não tem o dever de educar, ora como é possível formar um cidadão crítico e com autonomia e principalmente que seja tolerante conforme diz a nossa LDB sem educar? Realmente os pais têm sua responsabilidade, mas enquanto estiver este jogo de culpa entre sociedade e escola quem sofrerá as consequências serão sempre as crianças, a partir do momento que recebo uma criança na minha sala, ela é minha responsabilidade, passar muitas vezes 08 horas diárias com aquela criança e não corrigir um comportamento errado porque isso é dever dos pais me remete no mínimo falta de bom senso. Por fim nossa constituição por s já basta A EDUCAÇÃO É UM DEVER DE TODOS.

    ResponderExcluir
  64. Fabiane Tasca de Oliveira 2ºpedagogia A matutino , Rgm 6736

    Hoje em dia a educação tem perdido seu valor. A vida corriqueira e a busca pelo sustento tem levado muitos pais a perderem o convívio com seus filhos, deixando-os à vontade, não impondo limites ou estabelecendo algumas regras.Para muitas famílias hoje, a educação deixou de ser o papel exercido pelos pais, passando ser responsabilidade da escola.Para isso, nós como futuras pedagogas,devemos acreditar, fazendo com que as famílias, juntamente com a escola, resgate esses valores para que assim, possa mudar esse quadro.

    ResponderExcluir
  65. Thainá 2° Pedagogia 6714

    Em meu ponto de vista acredito que há uma falta de domínio dos pais sobre seus filhos. O acidente que ocorreu no zoológico com o menino e o tigre é resultado disso.
    Creio que foi uma falta de atenção do pai do garoto, mais um menino de 11 anos já tem maturidade suficiente para saber que colocando o braço na jaula de um tigre estaria arriscando sua vida.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com a Thainá porque hoje os pais estão mais confortável em relação a seus filhos acreditando que já são auto suficiente para prevê até os perigos a sua volta.

      Excluir
  66. Raquel S.S.Santos- 4º. Pedagogia Not. RGM 6398


    O fato de que hoje em dia, com o advento de certos programas de televisão, exibir isso como se fossem verdadeiros atos de coragem e bravura, ou fatos normais, corriqueiros, onde as novelas tem mais conotação sexual e de violência e os pais, que em sua maioria, não tem, não querem, não sabem e não fazem questão de educar seus filhos, se torna mais fácil simplesmente ligar a televisão, lhes dar um celular ou tablete do que educar, ensinar, respeitar, ser obediente e aprender a diferença entre o sim e o não, o pode ou não pode.
    A violência rompante na televisão, cinema, vídeo games e etc., são também responsáveis pela perda da sensibilidade das crianças de hoje em dia. Mas ainda assim, a responsabilidade maior está com os pais.
    Educação e respeito são princípios ensinados em casa é passado de geração para geração, se você não teve e não se preocupa, achando que é só dever da escola, com certeza as próximas não terá.

    ResponderExcluir
  67. Viviane Oliveira. RGM 62774 de novembro de 2014 18:06

    A educação no Brasil realmente esta lamentável; mas nós como futuras educadoras temos que acreditar e lutar para que mude para melhor. Os pais perderam a noção de como educarem seus filhos; deixando assim este papel para a escola, escola esta, que tambem muitas vezes esta perdida.
    A historia deste menino realmente é um exemplo claro de desobediência, e de como os adultos deixam as crianças extrapolarem os limites, sempre acreditando que nada vai acontecer.
    Temos que tentar fazer com que nossos alunos compreendam os valores, obediência, respeito as autoridades e aos mais velhos para a partir dai buscar uma educação melhor e um ensino de qualidade; porque do momento que os pais educarem seus filhos e nós tivermos que apenas passarmos os conhecimentos cientificos e de mundo para eles, aí sim teremos tempo para nos dedicar apenas ao ensino

    ResponderExcluir
  68. Educação são valores adquiridos desde que nascemos,somos constituídos dessas noções de certo e errado muito cedo.Vou usar o mesmo exemplo da "padaria do país x que ninguém vigia, o leite fica do lado de fora e ninguém rouba"(citado em um dos textos para comentários),quantos dos que aqui postaram seus comentários não colocariam as mãos, porque aprenderam que não o pertence?acredito que muitos.A sociedade é omissa e inverte papéis,o que ocorre hoje é que os pais usam a escola como tempo livre de seus filhos, se isentam de suas responsabilidades porque a vida está corrida de mais e o excesso obrigações e informações,a necessidade de curtir faz com que alguns deles passem a bola da vez de suas responsabilidades.O ensino no país é precário, isso é verdade mas então tem que haver política para melhoria do ensino e política para noções básicas de educação familiar?...muito pode melhorar se pararmos de culpar o outro,o governo não pode ser responsabilizado por tudo. Letícia Rocha. RGM 6978 2°Letras noturno

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo 5 de novembro de 2014 10:53

      É lamentável as notícias que vemos diariamente sobre educação no brasil.
      Evidentemente que a educação é essencial em todos os momentos de nossa vida.
      Os pais não conseguem mais educar seus filhos, e simplismente passam essa responsabilidade para a escola, onde a escola deveria somente ter o papel de ensinar.
      Diante do exposto entendemos a importância da comunicação e cooperação da escola e a família, explicando aos pais que, na educação dos filhos limite é sinônimo de amor. Formando assim cidadãos críticos para um futuro melhor.
      Cintia Gonzaga RGM 6712 2° Pedagogia Noturno

      Excluir
  69. Pode-se afirmar que a educação está presente no cotidiano das pessoas tanto formal como informalmente.
    No caso do acidente,acredito que o pai foi negligente,ele sabia dos riscos e mesmo assim não repreendeu. Mas ao mesmo tempo a responsabilidade recaí em cima de várias pessoas,já que os papeis estão invertidos.O que é de responsabilidade dos pais se confundem com as outras instituições sociais que também tem como função o papel de "educar".

    Carla Cristina Neves dos Santos. RGM: 6593 2°Pedagogia Matutino

    ResponderExcluir
  70. Ana Lucia rgm: 7024 2º semestre matutino.

    Nos dias de hoje, muitos pais não tem tempo para ficar com seus filhos, isso acaba com que ele aprenda coisas diferentes la fora, muitos acabam influenciados por amigos, que nunca foram educados da maneira correta gerando no futuro grandes problemas, seja na família ou na sociedade, o pai deve estar presente na vida dos filhos, ver que a educação em primeiro lugar vem de casa.
    Dias atras ocorreu um acidente com um garotinho no zoo,onde um tigre arrancou seu braço, isso foi falta de atenção e educação da parte do seu pai, que não educou o menino adequadamente, se ele tivesse a educação necessária com certeza nada disso teria acontecido.

    ResponderExcluir
  71. Infelizmente a educação no Brasil é muito triste, o que podemos analisar nesse caso é que uma criança mesmo conhecendo o perigo, não se importava com isso, os pais hoje em dia dão muita liberdade para os filhos, não repreende quando necessário, acham que dando conforto e bens materiais está de bom tamanho.
    Muitos pais hoje em dia não participam da vida da criança fora de casa, acham que a responsabilidade de educa-los é de quem estiver responsável pela criança no momento, e isso é um grande erro que muitos pais cometem. a criança cresce sem limites e se torna um adulto achando que tudo pode.
    Aquele garoto já sabia o que é certo ou errado porém foi mas além, foi além do perigo, porque ele sabia que se desobedecesse seu pai, não levaria nenhum castigo que ficaria tudo bem, tudo normal.
    O que observamos nos dias de hoje é isso pais dando muita liberdade para o filhos, sem se preocupar com futuro, vivendo somente o presente, cabe a cada um fazer seu papel, a escola ensinar, os alunos aprender e os pais educar a criança para a vida na sociedade, ensinar a criança a praticar boas ações para ela se tornar um adulto honesto e educado.
    Sandra Rosa Meneses Rocha RGM 2014 019224 Pedagogia 2 noturno.

    ResponderExcluir
  72. Como cita o texto "Educação e Cooperação", a educação dá-se na prática social, no relacionamento humano, mas infelizmente não é o que constatamos hoje; ao contrário vemos muita falta de educação. Antigamente dizia-se que a educação vem de berço, mas hoje, não acontece isso, os pais não educam mais seus filhos e ainda acreditam que é papel da escola educar, sendo que na verdade a escola está para ensinar, transmitir conhecimento. O caso do menino no zoológico, nos mostra a falta de limite, a prepotência de achar que se pode fazer tudo, a falta de educação e respeito, e ainda pior, ele estava acompanhado do pai. Precisamos acreditar que haverá um futuro melhor em relação a educação, mas precisa-se que cada um faça sua parte, principalmente a família.
    Ana Clara - 2º Semestre Letras - Noturno

    ResponderExcluir
  73. Infelizmente hoje vivemos uma falta de valores na educação brasileira , onde os pais não tem controle sobre seu filho e não impõe limites "como dizem educação vem de berço".
    Rafaela - rgm: 6875 2º Pedagogia Noturno

    ResponderExcluir
  74. Nome: Matheus Moreira Bispo RGM:7148 2ª Pedagogia Noturno.
    O texto nos traz a reflexão sobre o assunto que pouco é falado em atribuições escolares que é a educação vindo de pessoas não afamiliadas aos docentes como professores, lideres religiosos e outros. Sabendo que a educação é reflexo cultural de onde a criança vive ou seja do ab-tarte natural. O Influenciador a escola tem de pouco poder para mudar certas situações, mas quando articulada a rede o empoderamento das famílias a reversão é nítida a sociedade perante a vulnerabilidade da comunidade ou sociedade. Pierre Lévy comenta que a ação social é de grande valia para as mudanças de ideias e realidades influenciando para a mudança.

    ResponderExcluir
  75. Nome: Amanda da Mascena Moreira dos Santos RGM:7210

    De acordo, com PIERRE LÉVY a educação não depende só da escola ou do professor e sim de toda sociedade.Os pais de hoje em dia não sabem como educar seus filhos estão transferindo a responsabilidade para a escola, lideres religiosos, ongs e outros.Partino da reflexão que a sociedade deve estar junta com a rede, para um caminhar de igualdade para todos.

    ResponderExcluir
  76. Nome: Amanda da Mascena Moreira dos Santos RGM:7210

    De acordo, com PIERRE LÉVY a educação não depende só da escola ou do professor e sim de toda sociedade.Os pais de hoje em dia não sabem como educar seus filhos estão transferindo a responsabilidade para a escola, lideres religiosos, ongs e outros.Partindo da reflexão que a sociedade deve estar junta com a rede, para um caminhar de igualdade para todos.

    ResponderExcluir
  77. KAROLINE GOMES 70546 de novembro de 2014 03:44

    Karoline Gomes de Lima 7054
    É lamentável a noticia que nos leva a refletir sobre esse tema, pois que aeducação aqui no Brasil,não é la da melhores, isso nos ja sabemos, mas dai uma criança vim perder um braço, para que possamos perceber que o assunto é mais serio que nos pensamos, isso sim é tragico.
    A educação é um ponto fundamental para a transformação do nosso pais,depois de passarmos por meses de discurção sobre em quem votar para presidente? quem vai mudar o nosso país? E nenhum momento paramos para pensar que a mudança do Brasil não está na mudança de PT para PSDB, na verdade a mudança que estamos buscando esta dentro das nossas próprias casas, na educação e na conscientização que temos.
    Mudar pequenos abitos na educação das nossas crianças pode parecer em primeiro momento insuficiente, mas se olharmos com os olhos de que educa-los significa investir no futuro apostando na educação, logo iremos perceber não precisamos de grandes discursão sobre PT e PSDB.
    Educar é ransformar

    ResponderExcluir
  78. Há problemas acontecendo na educação. Neste caso o pai do garoto, na minha opinião, deveria ter respeitado as regras sem que houvesse fiscalização,pois a educação deve partir primeiramente por meio dos pais.

    Maria Ribeiro RGM:6700 2°pedagogia A (matutino)

    ResponderExcluir
  79. A vida corrida e a necessidade que a família tem em aumentar a renda, distancia cada vez mais os pais dos filhos. É claro que ter que trabalhar fora não justifica a falta de compromisso com os filhos, mesmo porque, a educação é responsabilidade do pai e/ou responsável, estando ele presente o dia todo ou não. Entendo que a educação/criação é de total responsabilidade da família e não da escola, do professor, mesmo por que, a educação deve vir de casa, de berço, como diria minha mãe! E os pais devem dar carinho, dar atenção, mas acima de tudo impor limites.
    O triste caso do menino que perdeu o braço no zoológico é um bom exemplo das crianças de hoje, que não respeitam os pais e muito menos, que não tem medo de nada. Isto é lamentável, pois a criança de hoje é o adulto de amanhã e se não tomarmos cuidado, teremos uma geração perdida, sem compromisso, sem respeito e acima de tudo ‘sem educação’, adultos que em vez de serem críticos para o lado positivo, serão tolos, ou seja, donos da razão sem razão alguma!!!
    Regiane Ribeiro de Oliveira - RGM 6545 /4º Período Pedagogia - Noturno

    ResponderExcluir
  80. Educação é algo a ser construido e desenvolvido durante a vida inteira. A educação vai muito além de simples " palavras mágicas" é também um conceito de respeito, igualdade e ética que deve ser passada de geração em geração e principalmente de "pai" pra filho. A escola também é importante durante a construção da educação na vida de todo indivíduo,porém não é a principal, ela é apenas uma continuação e reforço do que se foi ensinado em casa.
    O Brasil é um pais no qual as pessoas só funcionam e obedecem quando existe alguém observando e principalmente quando o assunto for dinheiro, quando tiver que mexer no "bolso". As placas, as leis e as regras só funcionam por meio de câmeras,vigias e punições. O brasileiros em sua maior totalidade não tem aquele respeito para com o outro, cada um procura fazer o que acha de melhor e vantajoso para si próprio, sem a pretensão de saber se irá ser bom ou ruim ao próximo. Esta falta de respeito e descontrole faz com que os brasileiros sofram e fiquem mal vistos devido a atos e consequências que poderiam ser evitadas e que na maioria das vezes é feita sem uma simples reflexão e obediência.

    Stefanie Menezes Araujo Rgm: 7015 2º Pedagogia Noturno

    ResponderExcluir
  81. O ser humano é um ser sociável, nasceu para viver em sociedade e desde a antiguidade nunca esteve só.
    Porém, com a chegada da globalização gerando aumentos exorbitantes das tecnologias, nunca se observou tanto distanciamento e isolamento.
    O professor precisa cada vez mais conscientizar a importância que cada cidadão exerce em sua sociedade, mostrando as influencias que estão o tempo todo alterando nossas formas de pensar e agir, pois existem diversas formas de se aprender (e ensinar) como por exemplo a educação informal que são aqueles conhecimentos e habilidades que adquirimos por meio de experiências diárias e sua relação com o meio ambiente. Educação informal abrange todas as possibilidades educativas, ao decorrer da vida do indivíduo.
    Com isso o professor precisa cada vez mais incentivar os alunos a trazerem seus conhecimentos em sala de aula e auxiliar a desenvolver pensamentos críticos, para que a aprendizagem seja construída no coletivo de forma significativa.

    Realmente, estamos passando por um tempo onde a falta de educação e respeito são perceptíveis a qualquer momento.
    Os pais precisam estar cientes sobre seus papeis fundamentais, mas acima de tudo precisam querer assumi-los, afinal a interação entre pais e escola é de extrema importância para o sucesso do processo ensino - aprendizagem.

    Bianca Lima de Godoy RGM: 6381 4° Pedagogia noturno

    ResponderExcluir
  82. Após ler atentamente este artigo cientifico, podemos constatar que se trata de um assunto de grande polemica atualmente. A educação está em toda parte e não é somente na escola que aprendemos a usá-la e não são os professores que são os únicos praticantes.
    A educação no Brasil está em escassez, disso todos sabemos, e é isso que precisa urgentemente de mudanças, as escolas precisam de professores conscientes, e com o intuito de realmente ensinar os alunos, porém, precisa mais ainda de pais conscientes, pois um professor não irá mudar o comportamento de um aluno se os pais não colaborarem.
    Uma coisa que fica nítida no artigo do tigre e o menino, é que maior parte da culpa foi do pai do garoto, embora todos saibam que o tigre tem um instinto animal que, sempre que se sentir ameaçado irá atacar, o pai do garoto não estava com a atenção voltada ao filho e acabou dando no que deu.
    Hoje em dia, com essa educação que algumas pessoas recebem, não basta alertar que o animal é bravo, tem que invadir o território dele para ter certeza.

    Luan da Costa Santos RGM:7216 / 2° Letras Noturno

    ResponderExcluir
  83. A educação e cooperação, são comportamento humano que devem andar juntos, mas estão sendo esquecidos.Com a educação das crianças tem que ser dividida entre a escola e os pais, por causa essa ajuda eles irão formar cidadão com ética, moral e sensibilidade.
    Muitas vezes a causa dos desrespeito e desobediência das crianças está acontecendo com a ausência da família .
    Sobre o caso, o pai dessa criança foi irresponsável, pois sabia do perigo e não impôs limite ao filho. As vezes por estarem ausentes a maior parte do dia, para compensar a mesma não conseguem dizer não.
    Nome:SILVIA GISLENE DUARTE RGM: 7082 2º Pedagogia Noturno

    ResponderExcluir
  84. Márcia Vieira Pedroso Araujo RGM 6343 / 4º Pedagogia Noturno6 de novembro de 2014 11:16

    Infelizmente nos dias atuais a escola se tornou um espaço onde os pais deixam os seus filhos por algumas horas e esperam que eles saiam de lá prontos para arrumar um emprego e só. Algumas famílias de hoje em dia esqueceram que a responsabilidade de educar seus filhos são delas e não da escola, pais muito jovens parecem não se importarem com a vida escolar de seus filhos, não acompanhando suas atividades escolares, e não incentivando-os a estudar mais, se preparar melhor para o mercado de trabalho que a cada dia se torna mais competitivo. A escola transmite o conhecimento, mas a educação é algo que vem de casa. O triste episódio do menino que teve o braço amputado em um zoológico do Paraná, mostra a falta de cuidados do pai e a falta de educação do menino, pois um menino de 11 anos precisa ter uma pessoa adulta zelando por ele, porém, ele desrespeitou as regras do zoológico e de pessoas adultas que o orientavam para não se aproximar do tigre, como foi gravado em vídeo. Vem acontecendo no Brasil uma enorme inversão de valores, onde o respeito ao próximo e a educação ficaram para trás. É necessário uma conscientização para que possamos ter uma sociedade mais tolerável e educada por si só, e não ser educada apenas em situações onde o mau comportamento gere multas. Caso isso não ocorra ficará difícil convivência em harmonia, tanto no espaço escolar como na sociedade em geral.

    ResponderExcluir
  85. Neila Paula Nunes Pêgo RGM:6571 4° pedagogia noturno

    Pra mim a educação vem do berço,só que tem muitos pais que estão perdendo o controle de seus filhos.
    É como o fato que ocorreu no zoológico,foi a falta de educação da parte dos pais,pois a criança deve ser orientada e educada para saber o que pode e o que não pode fazer.

    ResponderExcluir
  86. Quando se tem uma criança, pensamos em planejar o quarto dar o melhor para aquela pequena criança, só que esquecemos de planejar o nosso tempo para educar, corrigir e mostrar valores éticos e moral e cooperar quando for preciso, para construir um bom cidadão que respeite o próximo.
    A respeito do acidente do menino foi muito triste, por que quem poderia ter evitado tudo isso é o pai do menino por estar na responsabilidade dele, é ele que deveria cuidar para que nada disso acontecer.
    Marcia Cesar P. Cavalcante RGM:7143 2º pedagogia noturno

    ResponderExcluir
  87. Para mim como mãe e também futura professora de Português a opinião a respeito desse assunto é a mesma: falta de educação e de formação, tanto do menino que aprendeu de maneira desastrosa como a dos pais. O que observamos é um circulo vicioso e histórico de falta de educação e valores que deveriam ser passados, que hora são passados de maneira deturpados, hora ninguém nem se dá o trabalho de passar.
    Pois esses pais são os filhos dessa falta de respeito, onde a palavra dada ,hoje só têm valor mediante a um recibo, e que um aviso de não entre têm que vir acompanhada de um segurança na porta. Enfim nosso jeitinho brasileiro engraçado perde a graça quando a consequência é um desgraça...

    Kátia Pires Mendes - RGM: 6702 / 2º Semestre de Letras

    ResponderExcluir
  88. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  89. De tudo que eu li no blog, eu entendo que escola e família devem estarem sempre ligados e manterem uma boa relação entre pais alunos e professores.Como diz o tema deste assunto: educação e cooperação, então não devemos olhar negativamente para um lado só porque não se faz educação apenas na escola, pois na minha opinião escola é teoria, e, convívio familiar é pratica então os pais deveriam atentar-se de impor as devidas educações e os limites destas crianças antes mesmo de entrar nas escolas, pois quem forma a criança para a sociedade é sim as escolas, mas caráter respeito obediências e princípios é a família e vem de casa.Temos que pensar em como serão nossas crianças dentro de casa e fora dela também.
    Mara R.S. O tubo RAM 6995

    ResponderExcluir
  90. Acredito que todos deveriam alertar sobre os perigos e é claro com onze anos sabemos a diferença de um tigre para um gato.
    Mas como educadores devemos ainda assim acreditar em uma mudança, e mesmo não sendo função do professor educar podemos passar alguns conceitos como já de fato acontece, para que no futuro possamos ter cidadãos de bem, e também podemos realizar conversas com os pais para relembrar o que realmente faz um família, pois um filho não precisa apenas de roupa, brinquedos e coisas fúteis, precisa de amor, carinho e acima de tudo educação.Uma criança bem educada  será bem aplicada nos estudos com certeza.
    Bruna Cristine ..ROM 6972

    ResponderExcluir
  91. A principio mesmo junto com o pai, o menino estava numa área proibida. Mas ainda sim o pai foi avisado da situação e o mesmo a ignorou.
    É exatamente o que vem acontecendo nas escolas, pois muitos pais ignoram o recados dos educadores, achando que a escola tem a obrigação de criar e educar seus filhos.
    ERIKA APARECIDA
    RGM: 7197

    ResponderExcluir
  92. A educação vem dos pais, os Docentes ajudam á aprimorar os conhecimentos dos Discentes. A escola é importante durante a construção do indivíduo, porém não é a principal, ela é apenas uma continuação e reforço do que se é ensinado no ambiente e pessoas a qual convive diariamente. De acordo com Pierre Lévy a educação não depende só da escola ou do professor e sim de toda sociedade.
    Os pais não conseguem educar seus filhos, e simplesmente passam essa responsabilidade para a escola, onde a escola deveria somente ter o papel de ensinar. Atualmente observamos que a escola esta fazendo o papel de educar mais do que os próprios pais. A escola é para ensinar e aprender.
    O ótimo aprendizado é baseado no que se aprende em casa com a família, na escola e na sociedade o qual convivemos.

    ResponderExcluir
  93. A educação vem dos pais, os Docentes ajudam á aprimorar os conhecimentos dos Discentes. A escola é importante durante a construção do indivíduo, porém não é a principal, ela é apenas uma continuação e reforço do que se é ensinado no ambiente e pessoas a qual convive diariamente. De acordo com Pierre Lévy a educação não depende só da escola ou do professor e sim de toda sociedade.
    Os pais não conseguem educar seus filhos, e simplesmente passam essa responsabilidade para a escola, onde a escola deveria somente ter o papel de ensinar. Atualmente observamos que a escola esta fazendo o papel de educar mais do que os próprios pais. A escola é para ensinar e aprender.
    O ótimo aprendizado é baseado no que se aprende em casa com a família, na escola e na sociedade o qual convivemos.

    Kelly Lima Queiroga. Rgm. 7027. 2º Pedagogia Noturno.

    ResponderExcluir
  94. Pelo que podemos perceber hoje em dia, a educação não está das melhores, e grande parte da culpa disso são os pais. As crianças estão recebendo essa educação na escola.
    Essa inversão de papéis está comprometendo muito em questões muito importantes para o país, pois as crianças de hoje, as que nós estamos educando dessa forma, serão as que um dia governarão o país. Essa política de melhoria da educação deveria ser mais presente, se todos nos responsabilizarmos e nos conscientizarmos de nossos atos (e direitos e deveres).
    No caso do menino e do tigre, a teoria de a "educação vem do berço" está muito explícita. O pai que mostra o caminho certo ao seu filho, que lhe dá a educação que ele merece, que tem direito, não irá sofrer no futuro, pois seu filho terá princípios. Esses que, o permitem saber qual seu papel no mundo, sem ultrapassar os "limites", até os das placas de sinalização.

    Ariane Ferraz dos Santos - 2º Letras, Noturno RGM: 6783

    ResponderExcluir
  95. Infelizmente vivemos numa sociedade onde a presença ativa dos pais na vida de seus filhos está cada vez mais rara, crianças que ficam nas escolas e creches das 07h ás 19h,o tempo que teriam com os pais são trocados por uma roupa ou um brinquedo, assim os pais terceirizaram a educação de seus filhos. Incubiram a escola o papel que pertencem a eles.
    O que vemos hoje são coisas tendo maior importancia do que pessoas, a mãe não se importa de deixar o filho o dia todo na escola, porque no final do mês ele terá seu tenis, sua roupa de marca, seu brinquedo... como se isso fosse compensar a sua ausência, e assim, infelizmente estamos criando gerações de pessoas SEM EDUCAÇÃO, não de mal educadas, e sim sem educação pois essa não houve em sua realidade.
    A Escola, ou uma ou duas professoras não conseguirão educar 30,40 alunos ao mesmo tempo é loucura.
    Acredito que deve-se haver uma mudaça de conceitos, onde o pai e a mãe ou responsável, se responsabilize pelo cidadão que irá se formar. Como o texto diz, uma sociedade em que não seja necessário a supervisão ou fiscalização para que as pessoas sejam educadas e respeitem autoridades e regras, é necessário que as pessoas sejam educadas, porque são educadas...é preciso que cada um faça seu papel, tanto a escola em transmitir conhecimento e mostrar para o aluno que ele é capaz de pensar e estudar, e os pais se responsabilizem em educar e criar bons cidadãos.

    Daiane Marcilino F dos Santos RGM 7074, 2º Pedagogia Matutino.

    ResponderExcluir
  96. O texto fala sobre escola e família onde ambos devem estar sempre ligados e manterendo uma boa relação entre pais alunos e professores.Como diz o tema deste assunto: educação e cooperação, então não devemos olhar negativamente para um lado só porque não se faz educação apenas na escola, pois na minha opinião escola é teoria, e, convívio familiar é pratica então aos pais cabem impor educação e o limite antes mesmo de entrar nas escolas, pois quem forma a criança para a sociedade é sim as escolas, mas caráter respeito obediências e princípios é a família e vem de casa.

    Fabiana Apª Gordoni RGM6882 2º pedagogia matutino

    ResponderExcluir
  97. Temos que tentar fazer com que nossos alunos compreendam os valores, obediência, respeito as autoridades e aos mais velhos para a partir dai buscar uma educação melhor e um ensino de qualidade; porque do momento que os pais educarem seus filhos e nós tivermos que apenas passarmos os conhecimentos cientificos e de mundo para eles, aí sim teremos tempo para nos dedicar apenas ao ensino.

    Thais Rodrigues Patricio RGM:6778

    ResponderExcluir
  98. Gostei muito do texto " O tigre o menino e o trânsito", pois nos mostra aquela características do brasileiro, que é " dar um jeitinho para tudo" e o que me parece que ser educado não é muito bacana no ponto de vista de alguns brasileiros.
    É bom lembrar que as crianças querem ultrapassar os limites, mais entra aí a atitude dos pais para orientar e proteger seu filho, afinal o zoológico não é lugar para criança ficar sem supervisão de responsáveis.
    Isso mostra também a responsabilidade de nós educandos em ter o comprometimento com nossos alunos e também com nosso país, para transformar nosso "mundo" dom uma geração de futuros brasileiros bem educados .
    Silvana Capóia. RGM:6705 - Pedagogia Matutino.

    ResponderExcluir
  99. Podemos observar que hoje a educação não esta das melhores,grande responsável por isso são os pais que não impõem limites ao seus filhos,achando que podem fazer o que quiser, achando que a escola tem o dever de criar e educar seus filhos.
    Por isso que é de extrema importância a família e a escola andar juntas.

    Flávia de Lima Melquiades 2 Pedagogia Matutino

    ResponderExcluir
  100. Pode se perceber no texto Educação e cooperação que a educação é um fenômeno complexo da existência humana. Por Conseguinte, também tem muitas definições, compreensões ou explicações e acontece em diferentes lugares e de diversos modo, a educação se cumpre num diálogo de saberes, não em simples troca de informações, No processo da educação, podem-se identificar práticas cooperativas e, no processo da cooperação, podem-se identificar práticas educativas.
    A organização da cooperação, em seus aspectos práticos, exige de seus
    sujeitos e atores uma comunicação de interesses, de objetivos e práticas, a respeito do qual precisam falar A educação e a cooperação são duas práticas sociais que, sob certos aspectos, uma contém a outra.
    Assim as práticas cooperativas na escola podem constituir-se em privilegiados “espaços pedagógicos”.

    LARISSA SAMPAIO CORREA RGM:6768
    PEDAGOGIA TURMA:B MATUTINO

    ResponderExcluir
  101. Os pais de hoje em dia não sabem como educar seus filhos estão transferindo a responsabilidade para a escola, lideres religiosos, ongs e outros.Partindo da reflexão que a sociedade deve estar junta com a rede, para um caminhar de igualdade para todos. Pode-se afirmar que a educação está presente no cotidiano das pessoas tanto formal como informalmente.
    No caso do acidente,acredito que o pai foi negligente,ele sabia dos riscos e mesmo assim não repreendeu. Mas ao mesmo tempo a responsabilidade recaí em cima de várias pessoas,já que os papeis estão invertidos.O que é de responsabilidade dos pais se confundem com as outras instituições sociais que também tem como função o papel de "educar".

    Rafaela Lima Dos Santos Rgm:6465

    ResponderExcluir
  102. Na minha opiniao os pais de hoje nao sabem como educar seus filhos ,e acaba transferindo essa responsabilidade pra escola.no caso desse menino acabou acontecendo essa tragedia por falta atitude do pai...

    tamires ferreira da silva rgm:7073

    ResponderExcluir
  103. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  104. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  105. Até quando a escola vai continuar assumindo a responsabilidade de educar sozinha?
    O papel dos pais na educação seja ela formal ou não, é fundamental. É preciso que seja compreendido que educar é acompanhar e influenciar de alguma forma o desenvolvimento de aprendizagem. Sendo assim, os pais são os maiores educadores de seus filhos porque desde o nascimento, estes influenciam seus filhos com seus comportamentos e atitudes.
    É difícil quando se trata da educação formal ( educação na escola) por que a relação que os pais vão ter com a educação formal de seus filhos, vai depender muito da relação que estes mesmos pais tem com o conhecimento, pais que valorizam a formação cientifica e cultural, irão influenciar de uma forma positiva no processo de aprendizagem de seus filhos. A maioria dos pais procuram culpar a escola e os professores pelos erros e dificuldades de seus filhos, por que estes mesmo não são capazes de enxergar e compreender seus filhos, falta comunicação e compreensão nas famílias, falta tempo já que os pais na maioria das vezes não podem ajudar e acompanhar seus filhos por que estão trabalhando para sustenta -los. Concordo com Paulo Freire que dizia que “ A mim me da pena e preocupação quando convivo com famílias que experimentam a “tirania da liberdade” em que as crianças podem tudo, gritam, riscam as paredes, ameaçam as visitas em face da autoridade complacente dos pais que se pensam ainda campeões da liberdade”
    A sociedade vive uma crise de valores éticos e morais, nunca se falou tanto nas escolas sobre, desrespeito na sala de aula , falta de limites, e desmotivação dos alunos. Os professores estão estressados e cansados. Infelizmente, vivemos num país onde educação não é e nunca foi prioridade.
    É preciso que seja analisada novamente a sociedade, e é essencial que se estabeleça um acordo entre a família e a escola, que seja discutido como irão educar suas crianças, é preciso que seja compartilhado o mesmo ideal pois só assim estes estarão formando e educando suas crianças. Yumine Ribeiro – RGM: 7132 – 2º Pedagogia Noturno

    ResponderExcluir
  106. Este fato lamentável ocorreu pelo motivo de hoje os pais não imporem limites nos filhos. Os valores estão cada vez mais deixados de lado. Os pais trabalham o dia inteiro e tentam substituir sua ausência através de presentes caros e faltas de limites. E consequentemente, a sociedade "acha" que a escola é lugar para as crianças serem educadas, quando na verdade, os valores e educação são de berço, a escola cabe firmar estes valores, ensinar e alfabetizar.
    Porém cabe a nós educadores ensinar as crianças a compreender os valores e fazê-los terem consciência sobre respeitar autoridades e os mais velhos.

    Daniela B. S Silva - RGM 6889 - Letras -Noturno

    ResponderExcluir
  107. Esse assunto foi muito comentado pela mídia, no entanto os pais foram irresponsáveis pelo ato que aconteceu. o adulto sabe das suas responsabilidades e e eles sabiam o limite da ultrapassagem nesse tipo de ambiente, se a criança foi até lá foi culpa deles, pois a criança é de menor e fica sobre a responsabilidade dos pais a correção e punição de ultrapassar a área restrita.
    Vera Lúcia Viega Assis RGM 2014011135

    ResponderExcluir
  108. Isabel Cristina V. Ribeiro - RGM 7045 - Pedagogia 2º A Manhã

    Como já foi dito aqui em outros comentários, a educação é de responsabilidade dos pais, dando amor, carinho, atenção e principalmente impondo limites e ensinado regras básicas para o convívio em sociedade. Todos sabemos que para uma bom relacionamento social temos de seguir essas regras, que são baseadas em direito e deveres de cada cidadão, cabe aos pais educar os filhos transmitindo a eles esses valores éticos e morais durante a infância e adolescência, não transferir essas responsabilidades ao professor, mesmo com o corre corre diário que muitos tem de fazer para sustentarem a casa e trabalhar para pagar as contas, é fundamental que haja um tempo para educar os próprios filhos. Já a escola é responsável pelo ensino de qualidade visando o aspecto cultural e profissional e não a educação primaria.
    No que diz respeito ao menino e o tigre, fica claro que o pai não demonstrou autoridade suficiente para que a obediência estivesse presente na educação desta criança, evitando assim este triste e terrível acidente ocorrido.

    ResponderExcluir
  109. Débora P. Silva Rgm:6894 - Pedagogia / Noturno (2° semestre)
    A educação e a cooperação estão diretamente relacionadas, o autor
    José Carlos Libâneo (1998, p. 22) define a educação, como o conjunto das ações, processos, influências, estruturas, que intervêm no desenvolvimento humano de indivíduos e grupos na sua relação ativa com o meio natural e social, num determinado contexto de relações entre grupos e classes sociais. A cooperação é usada para definir as ações relacionadas ao meio social que o indivíduo vive, por meio de suas práticas que assim vão desenvolvendo e formando o caráter e a conduta do mesmo. Sendo assim podemos observar que no segundo texto a atitude impensada do garoto, nos leva a uma reflexão: Como será a educação que foi dada a esse garoto? Certamente a sua atitude nos mostra que se ele agiu daquela forma e seu pai nem ao menos se impôs diante daquela situação, percebe- se que sua conduta são traços do que ele recebe, entende e conhece de educação. Enfim falando sobre esses assuntos e seus aspectos relevantes, que estão diretamente ligados, concluo que o primeiro contato com a educação começa desde as primeiras relações entre pai e filho, dai ira desencadear as relações entre pai e filho, o meio social em que ele esta inserido, a escola, no geral deve existir a cooperação de todos para a aprendizagem e o desenvolvimento, é um conjunto de coisas onde suas relações estão evidentes e é indispensável a participação de todos para que se realize a tão sonhada educação de qualidade.

    ResponderExcluir
  110. Juliana Botelho do Nascimento RGM 63567 de novembro de 2014 11:38

    Lendo esses textos só fez confirmar o que eu já pensava e o que está tão nítido. Os pais colocam a responsabilidade do que os filhos deveriam receber em casa, nas escolas, deixando de educar seus filhos como deveriam, muitas vezes deixam os filhos fazerem o que querem, dando a eles tudo o que pedem sem impor limites. Infelizmente as crianças são o que aprendem em casa, a escola faz seu papel pedagógico e muitas vezes, ou melhor, na maioria das vezes tenta passar para o aluno o que ele deveria vir de casa. No caso do tigre, ficou claro que o pai não tem nenhuma autoridade, firmeza sob seu filho a qual infelizmente foi o mais prejudicado da história. No Brasil tem a impressão de que tudo funciona a base de fiscalização, punição e que se mexer principalmente no "bolso" ai a coisa muda, as pessoas andam na linha.

    ResponderExcluir
  111. AMANDA CAROLINE BARBOSA DE SOUZA - 2PEDNOT - 6881

    É fundamental a presença dos pais no processo de aprendizagem de seus filhos, porque são eles com quem a criança tem mais intimidade, amor, carinho, afeto, a escola é algo que precisa estar presente em todas as etapas da vida, mas é essencial também que a família contribua com o ensino.
    Oque esse pai fez foi algo cruel, irresponsável, ele não foi autoritário, a criança não deve ser agredida, mais é necessário que seja repreendida sempre que precisar, e isso o pai não foi capaz de fazer, e como sabemos, aconteceu o pior, e a culpa acabou toda sendo voltada no animal sendo que o culpado de tudo isso mesmo sabemos quem foi.

    ResponderExcluir
  112. Atualmente notamos que a escola e toda equipe pedagógica, têm a função não apenas de formar cidadães críticos com valores éticos e morais, mas sim de cuidadores. Como diz o velho ditado popular: "Educação vem de berço", hoje em dia os papéis estão sendo invertidos, os pais estão colocando toda a responsabilidade na escola, que deveria vir de casa.
    Nós como futuros educadores, temos que mudar este conceito e trabalhar em parceria com as famílias, cada um sabendo e cumprindo o seu papel, para que assim tenhamos cidadães críticos e uma educação de qualidade.

    Monique Joyce de Azevedo Anholetti 7230 -2º Pedagogia Not.

    ResponderExcluir
  113. Acredito que a principal educação é da responsabilidade de nossos pais ou da pessoa que tenha nos criado, pois é com eles que convivemos a maior parte do nosso tempo. É claro que a sociedade nos ensina muito tanto para termos uma boa educação ou ate mesmo ruim.
    Referente ao pós-moderno, a tecnologia tem sim seus pros e seus contras basta saber usá-la ao seu favor.
    Já o segundo texto concordo que educação se vem de casa, a escola tem sim a função de ensinar e não educar, se a aprendizagem em sala de aula esta ruim imagina deixar para os docentes a responsabilidade de educar nossas crianças. Não sei o que séria delas.
    Vejo tantos docentes mal educados, de uma grosseria, pessoas que não respeitam o próximo, que nem se quer sabe o significado da palavra EDUCAÇÃO.
    Referente ao caso do menino e o tigre foi total imprudência do pai da criança e do menino que já tem onze anos e consciência do que faz. Isso foi apenas um fruto colhido por sua falta de obediência as pessoas tem que parar com a mania de empurrar a suas culpas para os outros e aprender assumi-las.

    Jasmine Tereza Camargo RGM: 6498 4º Pedagogia.

    ResponderExcluir
  114. Por temos os Pais como nosso porto seguro,que nos dedicou a vida para sermos no futuro alguém que tenha caráter,educação e respeito ao próximo,me sinto sem saber como esse ser irresponsável possa ser chamado de Pai,quem amar um filho tem que aprender a da limites.Por não ter tempo de fica com os filhos e educa-los, muitos Pais acham que a escola tem a obrigação de ensinar ao filho o que ele não soube preencher em questão da educação.
    Nome:MARIA SILVANEIDE D S.S. rgm: 7142. 2ºPEDAGOGIA NOTURNO..

    ResponderExcluir
  115. É muito triste ver que o nosso país vivencia esse tipo de tragédias com tantas informações e avisos, pena que são ignorados. E pode se perceber que não é por falta de avisos,mais sim por falta de consciência do ser humano que não pensa nas futuras consequência que pode afetar a si mesmo.
    Não sei quem ta certo o pai ou o zoo, mas os dois deveriam repensar bastante no ocorrido. os pais tem grande influencia na vida de seus filhos, a maneira que eles reagem ou não,ensina à criança as consequências de seu comportamento.

    Nome:Amanda G. Vale RGM:6701 - 2º PEDAGOGIA.

    ResponderExcluir
  116. É muito triste ver que o nosso país vivencia esse tipo de tragédias com tantas informações e avisos, pena que são ignorados. E pode se perceber que não é por falta de avisos,mais sim por falta de consciência do ser humano que não pensa nas futuras consequência que pode afetar a si mesmo.
    Não sei quem ta certo o pai ou o zoo, mas os dois deveriam repensar bastante no ocorrido. os pais tem grande influencia na vida de seus filhos, a maneira que eles reagem ou não,ensina à criança as consequências de seu comportamento.

    Nome:Amanda G. Vale RGM:6701 - 2º PEDAGOGIA.

    ResponderExcluir
  117. Marisa Victorino Scaranello | RGM: 6486 - 4º PEDAGOGIA MATUTINO

    O Brasil está buscando uma escola de qualidade, só que em passos lentos, e quem sofre com esse descaso são as nossas crianças, a nossa sociedade tem que observar que o ato de educar e responsabilidade de todos. Uma sociedade capitalista e individualista que o principal objetivo e lucrar e pensar em si mesmo, nunca pensando no próximo. Precisamos trabalhar no coletivo se quisermos um futuro melhor para as nossas crianças, pois temos que passar todas as nossas vivências e experiências, ou seja, fazer uma troca, ensinar e ser ensinado, porque a todo tempo em qualquer lugar que estivermos estamos ensinando e sendo ensinados. Só que nos dias atuais os papeis estão sendo invertidos os filhos comandam os pais de maneira absurda, os limites quem está impondo são as próprias crianças e os pais obedecem sem reclamar, estão sendo dominados a ponto de jogar a culpa na escola e principalmente no professor. O profissional da educação é quem ensina e forma cidadãos éticos e com valores morais, o dever de educar e respeitar tem que vir do meio familiar.
    Em relação ao incidente que aconteceu com o menino e o tigre é um alerta para toda sociedade e principalmente aos pais, pois seus filhos estão acreditando que podem fazer e desfazer que nada acontece, a criança muitas vezes tem a noção do perigo, mas acha que tudo se dá um jeitinho, só que neste caso o prejuízo foi muito grande, o menino quase perdeu a vida, pois o dever do pai era de proteger o filho e nesse caso não o fez. Sendo assim, nós futuros professores e a sociedade em geral devemos fazer uma reflexão sobre o que está acontecendo ao nosso arredor e observar que estamos deixando as nossas crianças perderem a noção de respeito e de obediência, por isso não devemos deixar que esse mau contemporâneo atinja nossas crianças.

    ResponderExcluir
  118. É um fato muito triste e vergonhoso, pelo motivo de saber que os valores morais estão cada vez mais desaparecendo da nossa sociedade, Hoje em dia as pessoas estão preocupadas mais com as coisas materiais e não se preocupa mais com os valores! Vivemos em uma sociedade em que só tem o valor aquele que mais tem,hoje os pais estão muito preocupados em trabalhar o dia inteiro fora e não estão preocupados em educar os filhos, acham que só a escola que vai educa-los e ponto final acham que se colocarem em uma melhor escola já serão educados, e também os pais acabam presenteando os filhos com tecnologias roupas de marca achando que vai educar e dar carinho e que vai suprir a carência de seus filhos e com isso eles tiram a culpa de não poder dá uma atenção melhor para seus filhos, e acham que o educador está se encarregando de educar e fazer a parte que os país compete a fazer, porque uma boa educação já vem do berço, sendo que já começa em casa. A escola tem o papel de ensinar e educar, mas os pais tem que procurar também fazer sua parte! E nós como educadores temos o papel de ensinar e educar para formar futuros cidadãos para poder terem um convívio de saber viver e respeitar a sociedade e o próximo. Camila Faravola RGM: 6249

    ResponderExcluir
  119. É triste a história do menino que perde o braço por conta de um ato mal pensado, mais concordo que uma menino de 11 anos sabe o que ele pode e o que não e sabe diferenciar um gato de um tigre e que ele desafiou o que era perigoso sem se preocupar com as consequências, demonstrando uma falta de desobediência aos avisos de segurança do zoológico. Acredito que nessa geração de hoje crianças e jovens não estão tendo como ensinamento os princípios éticos,morais e etc, os pais não devem esperar somente a escola educar. como futuras educadoras devemos fazer nossa papel para tentar mudar esse quadro, acredito que podemos sim fazer algo para melhorar essa situação.

    Mayara Caroline Fialho Clemente 6647 4° Pedagogia Matutino

    ResponderExcluir
  120. A educação primeiramente vem de dentro de casa e a escola é um complemento na vida do ser humano. No caso do menino que o leão pegou o seu braço, ele não obedeceu às regras do zoológico e foi além do permitido, pulou a base de proteção e começou a desafiar o animal. Este comportamento mostra completamente como essa criança é em seu convívio, desobediente, desafiadora, enfim, mal educado. Então essa ação ocorreu por não haver fiscalização da parte do pai com o filho, quando a criança é menor de idade deve haver um responsável ao lado para que a auxilie em tudo.
    Não podemos esquecer que toda ação tem uma reação.

    Bruna carvalho de Oliveira RGM: 6826 2º Ped matutino.

    ResponderExcluir
  121. Karolina Aparecida de Freitas Gonçalves 2° Pedagogia Noturno- 2014
    Hoje em dia pode se ver em todas as escola a responsabilidade de eudcar muitos pais confundem a educaçao que obtida na escola com a qual e obtida em casa as duas são bem diferentes porem as duas se aplicam juntamente no dia a dia do cidadão.
    Observamos cidadões sem freio hoje não, é por conta de uma má educação mantida na escola mais sim a má educação obtida em casa por falta dos pais hoje nós observamos uma nova realidade pais fora de casa o dia todo, onde os filhos ficam aos olhares da escola, babas e parentes que acabam por cuidar dos nossos filhos então no momento que estamos juntos deles queremos apenas fazer o que eles querem e as vezes até podemos observar erros em nós mesmos que nem questionamos nossos filhos sobre a escola sendo isso algo essencial pois a escola e algo crucial aonde a criança desenvolve seus caráter ética e moral dentro a escola é o meio de aplicação de toda a educação que se tem em casa.
    Em relação ao garoto que teve o braço amputado por conta de uma imprudência do pai que não teve a atitude de frear seu filho pois animais seguem extintos e muitos não podem ser educados, porem esse pai vai levar uma culpa pelo resto da vida pois ele não foi nenhum pouco racional em relação ao que estava acontecendo com seu filho aos riscos que o mesmo corria em relação de não ter freio.

    ResponderExcluir
  122. Este fato, infelizmente, é mais uma prova vergonhosa de que no Brasil ainda estamos longe de afirmar que a maioria de nós, brasileiros, somos um povo educado. As pessoas ainda confundem e associam "educação" com o aprendizado da escola e quão culta é uma pessoa, não que nos dias de hoje os profissionais do ensino devem abster-se totalmente da prática de educar, mas isso cabe principalmente a família. Então perguntamos: que educação esta criança está recebendo? O fato de os pais serem separados e morarem muito distantes podem ter algum reflexo negativo na educação desta criança?
    Infelizmente este fato é só mais um para a inumerável lista de acontecimentos que ocorrem no dia-a-dia das pessoas, que deveria servir para a reflexão de como estamos criando nossos filhos, mas provavelmente cairá no esquecimento (menos desta família). Esta criança teve que aprender da pior maneira as conseqüências da “desobediência” e, isso é o que devemos evitar que eles aprendam pelo mal. Sendo assim, uma criança bem instruída pela família desde cedo tem maiores chances de sucesso em todos os sentidos dentro da sociedade.
    Adriana M. Freitas – 2º A Pedagogia Matutino RGM 6984

    ResponderExcluir
  123. É lamentável o que aconteceu com o garoto no zoológico, e acredito eu que não foi culpa do pai da criança que não soube supervisioná-la, mas seria responsabilidade de todos que estavam no ambiente, apesar de ter 11 anos, não deixava de ser uma criança e por sinal imperativa. Se medidas fossem tomadas, por quaisquer que seja naquele dia, talvez a fatalidade tivesse sido evitada. Educar é responsabilidade de todos, não só dos pais.

    Jenifer Lima RGM: 6969 Letras 2. Semestre

    ResponderExcluir
  124. Os pais de hoje estão transferindo suas responsabilidades e seus deveres para as escolas, e os professores não são obrigados de cumprir o ato de educar, porém faz aquele que se comove com a história daquela criança ou da comunidade em que esta inserida.
    Mas quando acontecem estas coisas como o menino e o tigre paro um pouco para tentar refletir sobre de quem será a culpa, é da escola ou da família?
    Se fossemos mais empenhados com o nosso trabalho será que esta situação poderia ser evitada? Ou se os pais tivessem mais comprometimento com seus deveres e obrigações perante seus filhos isto teria acontecido?

    Denise Hernandes Bernardo da Silva 4° pedagogia NOT. 6297

    ResponderExcluir
  125. A Educação é algo que precisa ser construído sob bases familiares fortes, fundadas a partir dos princípios sociais, entretanto esse conceito está cada dia mais obsoleto, tornando-se apenas uma questão que é debatida, mas nunca efetivamente solucionada.
    O que vemos hoje nas ruas, nas escolas, nas casas e até mesmo estampado nos jornais é um reflexo de uma sociedade que perdeu a muito os seus parâmetros, não apenas de educação, mas principalmente de RESPEITO, que é algo essencial para a vivencia em sociedade.
    A autora do post aborda essa questão com grande clareza, principalmente ao citar os exemplos de outros países. Educação é sim uma questão de respeito e consciência que deve ser ensinados pelos pais.


    Quérima Leila de Souza Campos, RGM 7070 - 2º Semestre Pedagogia Matutino.

    ResponderExcluir
  126. Achei lamentável esse ocorrido, pois esse garoto de apenas onze anos carregará por toda sua vida a consequência de um ato que poderia ser evitado, parece até surreal uma criança de onze anos não saber o perigo que um tigre representa diante de um ser humano. Que isso possa servir de exemplo para os pais e que eles possam ter consciência de que a formação ética de uma criança não é dever da escola e sim da família pois se esse pai tivesse levado essa criança ao zoológico com objetivo de mostrar para seu filho os animais e até mesmo de complementar o que ele já aprendeu na escola, com certeza ele teria conscientizado o filho sobre os riscos que um tigre representa ao ser humano, no minimo teria dito ao filho para não desobedecer as placas que avisavam sobre o risco de se aproximar do animal, e se talvez ele não tivesse esquecido que uma criança não deve ficar sem a supervisão de um adulto com certeza isso não teria ocorrido.
    Mas não cabe a mim julgar quem foi o culpado, pois o menino vai carregar para o resto da vida esse ato inadimplente e seus pais serão punidos todos os dias ao ver seu filho com um membro amputado. A educação está em defasagem pois ela deveria vir de casa mas infelizmente os pais e familiares acham que isso é dever da escola. Não digo que a escola não tenha responsabilidades sobre a educação das crianças, mas se as crianças não forem instruídas em casa com certeza a escola não conseguirá fazer isso sozinha.
    Enfim devemos enquanto seres humanos ter um olhar mais voltado para a educação, pois é com uma melhor educação que se constrói um mundo melhor.

    RITA DE CASSIA SATIE MAEHIGA, RGM: 6228 4°PEDAGOGIA NOTURNO

    ResponderExcluir
  127. Este foi um caso muito repercutido pela mídia. Isto poderia ter sido evitado sim,mesmo o garoto tendo 11 anos , os pais tinham que ter dado alguma orientação antes de chegar ao zoológico,mesmo com as placas que havia no local.Os pais tem que ter controle sobre seus filhos,educa-los de forma que eles
    possam conviver melhor em uma sociedade. Então foi uma falta de mais orientação ao garoto.

    Ana Lidia Saraiva Santos 1°Semestre Noturno /Pedagogia

    ResponderExcluir
  128. Essa é a marca registrada das crianças hoje em dia, o principal culpado de tudo ao meu ver, não é o zoológico, guarda ou tigre e sim, o pai que provavelmente estava somente fazendo a vontade do filho e achando o máximo a coragem do garoto podia não ter acontecido nada, mas infelizmente aconteceu, Espero que ninguém acuse o pobre do guarda pela irresponsabilidade de alguns pai.

    Rosilene Lindo Ramalho 1° semestre /pedagogia

    ResponderExcluir
  129. Como ja dizia o velho ditado "A educação vem de casa". As orientações e dicas para as crianças devem ser dadas em primeiro lugar pelos pais.
    É responsabilidade dos pais guiar e olhar por suas crianças.
    O zoologico poderia tem um vigia para os animais que oferecem maior risco aos humanos, porem cabe aos pais colocar limite as crianças, mostrando que se trata de uma animal perigoso, que age por instinto. Foi levantada a possibilidade de sacrificar o animal, possibilidade que ao meu ver é absurda porem se trata de um animal irracional que atacou somente por se sentir ameaçado.
    Juliana D. Shirosaki
    7100
    2º ped. matutino

    ResponderExcluir
  130. Toda criança deve ser educada desde seus primeiros anos de vida, é dever dos pais instruí-las naquilo que é certo ou errado, e quando necessário dizer,NÃO, mas muitas vezes o exemplo de caráter e obediência que deveria vir dos pais não acontece. O dever da escola não é educar os alunos mas sim torná-los seres críticos e capazes de atuar em um mundo de transformações. Já o garoto que sofreu o acidente com o tigre, infelizmente não recebeu a instrução necessária do pai de que a aproximação com o tigre poderia ocasionar sérias consequências drásticas pois o animal é irracional e age pelo instinto ,e essa falta de informação acabou marcando a vida desse garoto pelo resto da vida.
    Viviane Estevão Luiz 6814
    2º Pedagogia noturno

    ResponderExcluir
  131. A educação desde sempre deve começar em casa, os pais tem papel fundamental no tipo de adulto que querem que seus filhos se tornem. Limites e regras devem fazer parte do cotidiano das crianças, pois, ao ingressarem na escola seus valores já estejam pré definidos. A escola no entanto tem o papel de ampliar a visão de mundo deste aluno, mas inovar e auxiliar ao trabalhar em equipe e que haja cooperação entre eles; estes valores serão fundamentais para que este aluno em uma era capitalista e individualista seja a favor de ações conjuntas e e valores éticos e morais.

    Vanessa Gomes RGM: 6709 2° PEDAGOGIA NOTURNO

    ResponderExcluir
  132. A educação desde sempre deve começar em casa, os pais tem papel fundamental no tipo de adulto que querem que seus filhos se tornem. Limites e regras devem fazer parte do cotidiano das crianças, pois, ao ingressarem na escola seus valores já estejam pré definidos. A escola no entanto tem o papel de ampliar a visão de mundo deste aluno, mas inovar e auxiliar ao trabalhar em equipe e que haja cooperação entre família/escola; estes valores serão fundamentais para que este aluno em uma era capitalista e individualista seja a favor de ações conjuntas e valores éticos e morais.

    Vanessa Gomes RGM: 6709 2° PEDAGOGIA NOTURNO

    ResponderExcluir
  133. A educação e carácter da criança é adquirido no seu ambiente familiar! Ter bons exemplos e bons conselhos de como ser um cidadão de bem cria um laço muito importante entre a família e a criança! Sendo responsabilidade dos pais e familiares instrui-los desde o inicio da vida!
    Atualmente o papel da escola se carregou de educar e ensinar, muitos pais ainda acham que a escola tem como obrigação educar, mas na realidade isso não deveria acontecer , pois educação vem de casa! Carácter vem de casa! O objetivo principal da escola é ensinar, e dos pais é instrui-los no caminho onde deve andar dando , conselhos, atenção e ensinar a importância da obediência! Futuramente o resultado sera satisfatório!

    Gildaci Oliveira Santos Batista 6694 2°Pedagogia Noturno

    ResponderExcluir
  134. Fazemos parte de um mundo onde adquirimos conhecimento desde o nascimento, então os primeiros contatos com a educação são no ambiente familiar.
    O que acontece nos dias de hoje é que a juventude ignora a importância de se seguir regras. As famílias acham que cabe a s escolas impor esse limites.
    Esse caso do tigre é mais um episódio onde o desrespeito às regras tem graves consequências. Mas ao meu ver, tanto o tigre como o zoológico são os menos responsáveis, já que o pai do garoto o acompanhava e de nada vez para convencê-lo a deixar o local proibido.

    ResponderExcluir
  135. Aline Raissa de Lima Silva Borba. RGM: 6198 4 Matutino.

    Educar é um ato que envolve uma troca constante entre pais e educadores,primeiramente os pais tem que intender que educação vem de casa e não obrigação da escola, a função da escola é transmitir conhecimento para um futuro de seres pensantes. É neste contexto que acontece o ato de educar e o educador é importante neste processo. Auxilia através do ato de educar, a busca do saber do educando no desenvolvimento da capacidade de aprender a aprender, aprender a fazer, aprender a conviver e aprender a ser. O menino do tigre não passou por essa formação por isso fez o que fez.

    ResponderExcluir
  136. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  137. RAQUEL GUERRA - 5185 2º LETRAS
    ANTES DE FALARMOS SOBRE O ACIDENTE QUE OCORREU NO JARDIM ZOOLÓGICO , O QUAL MARCOU PARA SEMPRE A VIDA DAQUELE MENINO E DE SUA FAMÍLIA , SE FAZ NECESSÁRIO PENSARMOS EM EDUCAÇÃO .
    O QUE É EDUCAÇÃO , OUVIMOS DURANTE VÁRIAS CAMPANHAS POLITICAS AS PESSOAS AFIRMAREM QUEREMOS UMA EDUCAÇÃO DE QUALIDADE , MAS EM NENHUM MOMENTO OUVIMOS QUE É EDUCAÇÃO É RESPEITO E SOLIDARIEDADE. O QUE É SER PROFESSOR NA MODERNIDADE LÍQUIDA QUE ESTAMOS VIVENDO HOJE , COM QUAIS RECURSOS CONTAMOS PARA PROPORCIONARMOS UMA AULA E APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA ? QUASE NENHUM O QUE NÓS DÁ ALICERCE PARA LEVANTARMOS TODOS OS DIAS DA NOSSA CAMA E IRMOS PARA A ESCOLA É A CONFIANÇA QUE NOSSOS ALUNOS DEPOSITAM EM NÓS , SABE AQUELE OLHAR MEIGO , INSEGURO , DURANTE A DESCOBERTA DA PROBLEMATIZAÇÃO , OU SEJA , DESAFIO QUE VOCÊ O PROPORCIONOU . ACREDITO QUE EDUCAR É TRABALHAR COM A REALIDADE DO ALUNO , SE PREOCUPAR COM A QUALIDADE DO ENSINO E NÃO QUANTIDADE , AVALIAR O ALUNO NUM TODO . CONCORDO QUE ESSE PAI ERROU , MAS SEI QUE SE LAMENTA AMARGAMENTE PELO QUE FEZ , DA MESMA FORMA QUE ESSA CRIANÇA CHORA QUANDO SE DÁ CONTA QUE NÃO ESTÁ COMPLETA , COMO POSSO , JULGAR A ATITUDE DESTE PAI , E DIZER QUE A EDUCAÇÃO VEM DE CASA , SENDO QUE ATÉ NOS MEIO DAS PESSOAS QUE DIZEM TER EDUCAÇÃO E OCUPAM CARGOS RELEVANTES EM DETERMINADAS INSTITUIÇÕES QUE ENVOLVEM A EDUCAÇÃO , NÃO SABEM O QUE É EDUCAÇÃO . PRECISAMOS REPENSAR AS NOSSAS ATITUDES OS NOSSOS CONCEITOS E SE APOIARMOS , UM OUTRO , TRABALHAR UNIDOS ESCOLA COM FAMILIA , PROFESSORES E GESTÃO PARA QUE ESSES PEQUENOS FUTUROS CIDADÃOS SAIAM DA ESCOLA COM ALGO QUE VÃO SE LEMBRAR A VIDA TODA COMO APRENDIZAGEM, RESPEITO , SOLIDARIEDADE E VALORES .

    ResponderExcluir
  138. O pais hoje em dia os pais manda as crianças para escola achando que elas vão adquirir educação , onde isso se constrói dentro de casa com os pais, pois eles tem que formar as crianças para o futuro e dar educação para a construção do ser humano.
    segundo o autor que afirma que "escola não educa, quem educa é o convívio familiar", concordo plenamente com o autor pois a escola é responsável para ensinar e fazer as crianças adquirir conhecimento para a vida que deseja futuramente.
    Como se diz o ditado "Educação vem de casa" é de la que os pais precisa dar respeito e mostrar o que deve ou não ser feito fora de casa


    Julie dos Santos Abreu RGM: 6270 4º pedagogia noturno

    ResponderExcluir
  139. O texto fala infelizmente de realidades vividas pela humanidade nos dias atuais,pessoas em guerra por terras nomeadas terras santas,pessoas que matam por motivos infundados. O que nos falta o respeito, o amor ao próximo e conhecer e experimentar a cooperação que nos leva a sermos pessoas melhores e mais solidárias e assim entender que nos outro á um pouco de nós.

    ResponderExcluir
  140. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  141. Atualmente vivemos em uma sociedade em que não se respeita mais os limites e as regras, antigamente se educava sem empecilhos da lei, e com um só olhar já se sabia o que os pais queriam. Acredito que isso se deve ao fato de que famílias se formam cada vez mais cedo, sem maturidade, portanto é aquela educação que vinha do berço, hoje se repassa para a escola.
    O episódio do zoológico retrata bem o que vivemos, pois os pais não impõe limites aos filhos e não ensinam a importância de se respeitar as regras.
    Neuci Sanches RGM: 6940 2º semestre de Pedagogia (noturno)

    ResponderExcluir
  142. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  143. Concordo plenamente quando se fala que, nos dias de hoje vivemos em meio a uma crise de formação moral.Os papéis se inverteram o que era de responsabilidade dos pais foi passado a escola e vice e versa.Com o avanço tecnológico e a facilidade de obtermos informações fica cada vez mais difícil selecionarmos o que de fato é interessante do que não agrega valor nenhum.Os valores estão se perdendo neste processo, não respeitamos mais as leis, o caso do menino que perdeu o braço é prova real disso.Estamos ficando cada fez mais desumanos e perdendo atitudes simples como um agradecimento, uma gentileza.Espero que dias melhores cheguem logo e que a educação em nosso país venha a ser mais valorizada.
    Aline Alves 6762 2º Pedagogia matutino "A"

    ResponderExcluir
  144. Lamentável os pais e as pessoas que ainda pensam que educação é algo adquirido na escola, acredito que esses tipos de pessoas querem é fugir da respondabilidade de ensinar seus próprios filhos, sempre é mais fácil colocar a culpa de algo que deu errado em outra pessoa.
    Eu nāo vejo desta forma, se houve a decisão de ter um filho ou mesmo quando não é premeditado a mãe e o pai ja tem que começar a ter maturidade e conciência de que colocar um filho no mundo não quer dizer apenas dar de comer e vestir vai muito além, tem que ter a preocupação de como será o caráter e os principios da criança e pricipalmente quais as atitudes que ela irá tomar perante as situações da vida. Por isso se esta criança estiver alicerçada em uma boa educação "que vem de casa" com certeza ela será uma uma grande pessoa.
    Rafaela Moreira RGM: 6855 2° Pedagogia Noturno

    ResponderExcluir
  145. Nos dias de hoje está difícil criar uma criança o que aconteceu com esse garoto e pra todos nós ficarmos atento para essa educação nos dias de hoje ,Isso mostra que a educação não vem só da escola e sim de casa também a família é a base da educação .

    ResponderExcluir
  146. Nos dias de hoje está difícil criar uma criança o que aconteceu com esse garoto e pra todos nós ficarmos atento para essa educação nos dias de hoje ,Isso mostra que a educação não vem só da escola e sim de casa também a família é a base da educação .não podemos para de estudar sempre temos que estar atualizados na área da educação ...conhecimento e tudo dar carinho e atenção e respeito também e muito importante para nossa vida docente.

    ResponderExcluir
  147. Nos dias de hoje está difícil criar uma criança o que aconteceu com esse garoto e pra todos nós ficarmos atento para essa educação nos dias de hoje ,Isso mostra que a educação não vem só da escola e sim de casa também a família é a base da educação .não podemos para de estudar sempre temos que estar atualizados na área da educação ...conhecimento e tudo dar carinho e atenção e respeito também e muito importante para nossa vida docente.
    NOme :Kelly Brum RGM 7189 matutino b

    ResponderExcluir
  148. Laudeni Terto RGM 6588 4° Pedagogia Noturno

    A educação não se conquista na escola e sim nas suas casas. No caso do garoto que foi atacado pelo tigre foi um fato lamentável, pois não há um culpado, crianças são curiosas querem tocar em tudo sem medo. Precisamos salientar que os pais tiverem a sua porcentagem de culpa, mas não podemos condená-los pelo ocorrido, pois não conseguimos ficar de olho em nossos filhos 24 horas por dia. As orientações ainda é a base de tudo para uma boa educação.

    ResponderExcluir
  149. É um fato muito triste e vergonhoso, pelo motivo de saber que os valores morais estão cada vez mais desaparecendo da nossa sociedade.Os pais tem que ter controle sobre seus filhos,educa-los de forma que eles
    possam conviver melhor em uma sociedade.devemos enquanto seres humanos ter um olhar mais voltado para a educação, pois é com uma melhor educação que se constrói um mundo melhor.

    Nome: Bárbara Siqueira RGM: 6981 Pedagogia B

    ResponderExcluir
  150. A educação de hoje em dia, esta fardada a repetições de erros, pois a uma grande despreocupação para com os filhos,e lembrando que é por parte dos pais que se deve vir os primeiros valores. Se isso não vir de casa pode se imaginar as barbares que essas crianças irão fazer dentro de sala de aula e também na sociedade. Infelizmente é que estamos vendo hoje e a tendencia é só piorar.
    Uma das regras para que a escola de certo é que a família de a base para que isto funcione.
    Elaine C. S. Q. RGM:6979

    ResponderExcluir
  151. Educação e cooperação são essenciais no processo de aprendizagem da criança, pois desempenham papéis importantíssimos no desenvolvimento físico e psíquico, essencial ao ser humano. Atualmente, o respeito mútuo é um valor humano que parece não mais fazer parte da vida de muitos alunos e também alguns educadores na escola. Podemos pensar em mudar isso, com a cooperação no processo de interação social, onde os objetivos são comuns, as ações são compartilhadas e os benefícios são distribuídos para todos, sendo um valioso instrumento na formação do cidadão, pois ajuda a desenvolver uma relação com o exterior baseada no respeito e no agir com o outro em prol de um objetivo coletivo.
    Nome: Evelyn Ribeiro RGM: 7088 2° Pedagogia matutino

    ResponderExcluir
  152. Quanto a educação, concordo com a frase do primeiro texto que diz que “o ser humano educa e é educado a medida que convive com a sociedade”, infelizmente, em nosso país a sociedade anda perdida com relação a isto, pois não temos exemplo, se pararmos para pensar os exemplos que temos de governantes e de pessoas politicamente expostas, não são os melhores! E em geral, no povo, vemos pequenas coisas que colaboram cada vez mais para a falta de educação e respeito, com relação as crianças que crescem em meio a essa sociedade onde não se obedecem as regras e não se estipulam limites, o que podemos esperar delas? Gosto muito da frase que questiona o fato de pensarmos sempre em deixar um planeta melhor para nossos filhos mas não pensarmos em deixar filhos melhores para o planeta. Hoje em dia as pessoas tem cada vez mais uma vida corrida e sem tempo, sendo que os pais que se encaixam nesse contexto, colocam o filho na escola, sem nenhuma estrutura, daí temos alunos desobedientes e indisciplinados que ao encontrarem outras crianças com esse perfil pensam que tudo é normal. E isso vai virando uma bola de neve. O acontecimento no zoológico foi lamentável, mas é o reflexo dessa sociedade! E a base para estas mudanças, mais uma vez, somos nós, se as famílias oferecerem estrutura para as crianças, ensinando a educação e respeito, com certeza, elas terão outro pensamento.
    Fernanda Mansur de Almeida - RGM: 7034 - 2º Letras.

    ResponderExcluir
  153. REGIANE VENCESLAU RGM: 6323 4° PEDAGOGIA MATUTINO
    Hoje o que vemos são pais que não tem mais controle sobre seus filhos, como no caso do menino e o tigre, uma "criança" de 11 anos já sabe distinguir o perigo de um gato e um tigre, porém precisou arriscar - se e o pai sendo responsável naquele momento não fez nada. A escola ensina para as crianças valores e respeito e os pais devem fazer a sua parte também não deixando a responsabilidade só com a escola, mas devem se uni um com o outro pra que isso possa acontecer. Os pais devem saber qual o seu papel para com os seus filhos em casa, e o professor saber qual o dele na escola, por isso nós professores temos que mudar essa visão dos pais de que a escola deve fazer e resolver tudo por todos.

    ResponderExcluir
  154. EDIMAGNA ALVES BORGES, RGM 6849- 2º PEDAGOGIA B- MATUTINO
    Nos dias atuais vivemos em uma sociedade em que não se respeita mais as regras, no passado os pais estavam mais preocupados em cumprir o seu papel de educar os filhos, hoje a maioria dos pais acham que esse papel é obrigação da escola, e não estipulam limites o que dificulta ainda mais a formação moral da criança.
    O caso ocorrido no zoológico é mais um exemplo das conseqüências da falta de interesse dos pais e da má educação recebida em casa.

    ResponderExcluir
  155. Vanessa Neves Martins, RGM: 6785 - 2º PEDAGOGIA B - MATUTINO.

    A educação começa dentro de casa, com os pais passando seus conhecimentos e valores para seus filhos e isso eles vão levar para a vida toda, hoje em dia infelizmente não e valorizada a educação primaria, e o processo de socialização dos pequenos vem sendo de mau a pior, com tudo isso vimos uma sociedade despreparada para todo e qualquer tipo de educação, onde não se respeitam as regras estabelecidas pela sociedade, afetando o convívio com o próximo.
    Os pais não transmitem o que deveriam, e esperam que na escola os professores ensine isso a eles. Mas o que eles tem que entender é que a educação e o respeito ao próximo vem de casa, o conhecimento sim vem da escola.

    ResponderExcluir
  156. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  157. É notável a importância da instituição escolar e da família na construção do cidadão, a educação tem que acontecer em casa, e as escolas entram como complemento. No caso da criança que perdeu o braço na cidade de Cascavel PR houve negligência dos pais do garoto que não souberam impor limites e educa-lo para que ele tenha conhecimento do perigo que corria com tal ato. A autora se colocou muito bem citando a diferença que existe no Brasil e em outros países, pois o brasileiro só “funciona” com vigilância o que é inadmissível. A educação sob essa vigilância não funciona, pois não cria cidadãos e sim pessoas alienadas e reféns de regras e leis que muitos não entendem o sentido. Analisando esse problema, isso só mostra o dever que como educadores temos que encarar adiante para a mudança desse tipo de educação que não funciona e nem nunca funcionou.

    Daiane Carvalho Alves Da Silva RGM: 6829
    2º semestre pedagogia matutino B

    ResponderExcluir
  158. Que texto sensacional!
    Bom, os pais não estão dando o devido valor à educação vinda de casa, e acham que quem tem o dever de fazer isso é a escola. Vejo aí uma grande inversão de valores e de papeis sociais. As pessoas querem apenas ser oportunistas e esquecem de viver apenas felizes e saudáveis, pois enxergam a felicidade em coisas horrendas e sem sentido, perdem sua própria vida por acharem que algumas regras como, por exemplo, as placas de transito, são apenas regras que lhe tiram a liberdade. Esquecem que a vida é frágil e vivem no seu mundinho achando que nada vai acontecer e que a vida é eterna. Nas escolas é a mesma coisa, os alunos estão pouco se importando com o que os professores dizem nas salas de aula, o pior é que eles não têm noção da importancia de um bom aprendizado, a importancia, inlusive, de não ser alienado. Vejo menos amor, menos valores morais, menos respeito, menos tudo o que era bom, vejo a degradação da humanidade. Raros são os que se salvam e conseguem ser felizes de verdade.

    Rayssa de Sousa Evangelista. Letras. RGM: 6131

    ResponderExcluir
  159. Eliane Spampinato do Prado RGM 6725 - 2º PEDAGOGIA B - MATUTINO

    Hoje em dia as crianças em geral estão sem limites, devido a educação recebida em casa, os pais estão mais preocupados com outras coisas e acabam deixando o mais importante de lado que é o modo que se deve ensinar os filhos a se portar nos lugares onde vão.
    Os valores estão sendo esquecidos e com isso a falta de respeito e limite ficam visíveis, devemos pensar até onde isso vai chegar e colocar um limite antes que seja tarde demais. Os pais tem por obrigação educar seus filhos e não esperar que eles sejam educados na escola, pois na escola eles tem por obrigação de aprender e crescer para mais tarde adquirir um boa profissão.
    E isso que veio a ocorrer no zoológico e mais uma tragédia que aconteceu por falta de cuidado e conscientização dos pais, que acham que por serem crianças eles podem tudo, e isso não deveria ser assim pra tudo na vida tem que ter limite e ponderação. Quando isso acontecer o mundo vai ser melhor, pois o respeito sempre deve estar em primeiro lugar e andar junto com a educação.

    ResponderExcluir
  160. Hoje em dia as crianças estão fazendo o que bem entende porem isso vem da educação gerada pelo pais e essa criança de onze anos sabia sim o que estava fazendo , mas a negligência dos pais foi a que mais deixou a população revoltada pelo fato que eles não deveria nem deixar o menino perto do habitat do tigre os dois irão ficar com remorso sempre que ver o filhos com as feridas isso é se eles admitirem para eles mesmo que eles estavam errados em não ter educado o suficiente e em não ter posto ordens ao menino.

    Renata Martins Silveira Flores Rgm:6338 4º Pedagogia Noturno

    ResponderExcluir
  161. Francine Calazans Esguerre, RGM: 3849, 6º Ped. Mat.10 de novembro de 2014 13:45

    Esse fato ocorrido com o menino e o tigre com toda certeza é o reflexo da desobediência das crianças contemporâneas ficando claro a falta de educação, de educar . Uma educação que deveria partir do âmbito familiar para que assim possa amenizar o reflexo em sociedade, mas que ao mesmo tempo nos dias atuais a família transfere esse papel para que a escola fique a frente. Não podemos esquecer que a escola e a família devem caminhar juntas de mãos dadas para que assim possam fazer a diferença na educação .Uma não vive sem a outra, cada uma exerce o seu papel contribuindo para o desenvolvimento sócio-educacional de uma criança.

    ResponderExcluir
  162. É notável a falta de educação do menino e como os pais são culpados por tal fato. Infelizmente hoje em dia os pais acham que as instituições de ensino são responsáveis por educarem seus filhos e não cumprem seus papéis como devem, e com isso as crianças estão crescendo sem limites e sem educação.
    Este acontecimento trágico mostra o quanto a desobediência está num nível de descontrole. Espero que com isso as pessoas tenham mais consciência e eduquem seus filhos da maneira que se deve.

    Jéssica Oliveira da Silva 7077
    2ª. Pedagogia Turma: B (matutino)

    ResponderExcluir
  163. A relação escola-aluno-família devem estar sempre interligadas, pois para a formação da boa conduta e caráter do educando, é uma junção de valores, muitos delem obtidos em casa com a família, e outros ao conviver com pessoas diferentes, nas escolas.

    Muitas vezes são confundidos os papeis de quem deve, realmente, educar. Os pais ou a escola? Observo atentamente a reclamações de professores para os pais, que por sua vez, diz não reconhecer o "Aluno" que ela esta relatando, pois em casa o tratamento/reação são bem diferentes, e é ai aonde vem a questão do respeito, obediência e caráter.

    O que aconteceu no zoológico foi uma tragédia, a qual todos tem uma porcentagem de culpa. A "criança" que parecia não saber que o animal é conhecido por ser feroz, o Zoologico por não ter a quem fazer a segurança do local e ter uma "facilidade" de chegar perto do animal, ja que uma criança chegou, e por maior parte, o Pai, que de uma forma quase que inacreditável assistiu e permitiu que chegasse aonde chegou, e ai sim existe uma relação de Educação vinda de casa em relação com o meio em que convive.

    Att,

    Thais Cruz, RGM: 6821
    2ª Semestre de Pedagogia, Noturno.

    ResponderExcluir
  164. ANA LIGIA SANTOS MENDONÇA10 de novembro de 2014 15:26

    Em nossa atual sociedade está cada vez mais dificl cada pessoa saber o seu papel, acredito que esse é um problema dessa nova geração onde está tudo em constante transformação, é preciso que se volte a definir quem deve fazer o que, o professor deve auxiliar na educação das crianças e os pais devem auxiliar no processo de ensino, mas é preciso que fique claro que cada um possui o seu papel e deve faze-lo com responsabilidade.

    ResponderExcluir
  165. Danielle Rocha Scalon - 6542 - 4º Ped manhã10 de novembro de 2014 16:01

    Sendo a educação uma construção coletiva, não seria também responsabilidade dos demais cidadão que lá estavam impedir a ação do menino de provocar o tigre e conscientizar o pai das consequências daquela ação?
    Porém nossa sociedade está cada vez mais virada para o próprio umbigo, vemos isso no ato da pessoa gravar enquanto o menino provocava o tigre, ele queria que o status do seu Facebook tivesse inúmeras curtidas, caso contrario, tendo ele a consciência de que aquele ato viria a ser algo trágico não teria gravado, mais sim, agido de forma a evitar essa história triste.
    Acredito que precisamos todos voltar a analisar nossos valores, mas analisar de forma verdadeira, não com a hipocrisia de sempre, que deixa enrustida o egoismo da sociedade.

    ResponderExcluir
  166. A educação não deve ser responsabilidade única e exclusiva da escola. É necessário que haja uma participação/interação da família. A família deve estar ciente do que acontece na escola e de como está a aprendizagem de seus filhos, porém, muitas vezes o que vemos hoje é a falta de participação. Cabe a escola criar meios para envolver a família, afim de que a educação e o desenvolvimento dos alunos sejam efetivos. É preciso a cooperação de ambos os lados, família e escola.

    Bianca de Campos Ribeiro, 6374- 4ª pedagogia matutino

    ResponderExcluir
  167. precisamos tirar esse mito que é a escola quem educa,pois educação vem da família ou seja do berço.Entretanto devemos dar limites aos nossos filhos de até onde podem ir,obediência em primeiro lugar,e passar para elas que toda ação tem uma reação.

    ResponderExcluir
  168. Claudia Alessandra Gacik RGM: 7178 2º Pedagogia B Matutino

    Acredito que a educação no presente momento ela tem sido esquecida, enfrentamos na nossa sociedade um egocentrismo que as pessoas elas não se preocupam mais com o outro a não ser com elas mesmas. No caso do tigre podemos ver claramente que embora pessoas vissem o risco ninguém teve a coragem de transpor seu egocentrismo, de olhar aquele garoto com um olhar de amor e educa-lo de uma forma sutil e generosa, mas estamos parados em nos mesmo e a educação para mim acontece realmente quando aquele que esta disposto a ensinar acha a colaboração daquele que esta disposto a aprender.

    ResponderExcluir
  169. Isso só reflete o nosso pais as crianças estão sem limites e não respeitam regras, e os pais estão perdendo a autoridade e acabam ignorando, esse atos que podem prejudicar a vida das crianças em meio a sociedade.

    ResponderExcluir
  170. Nas escolas devemos passar aos pais que precisamos trabalhar em conjunto,o professor e os pais, para que possamos passar o conhecimento e a família a educação e passando para a criança que ela tem que ser obediente tanto em casa como fora dela,que devem respeitar os limites de todos ,principalmente no caso de situações perigosas como dos animais.

    ResponderExcluir
  171. Infelizmente hoje os papéis se inverteram, e muitos acham que a educação tem quer se dada na escola, e colocam toda a responsabilidade em cima dos professores.A educação tem que vim de casa, dos pais, da família, que é o primeiro contato social da criança. Porém, educar significa impor limites, ensinar o respeito ao próximo, mostrar que na sociedade há pessoas diferentes e todas merecem respeito. E hoje o que vemos muito são crianças mal educadas, que não respeitam ninguém, fazem o que querem, mimadas...e os pais, o que fazem? Nada! Acham lindo!! A escola e a família tem quer andar juntas, ambas mostrar para as crianças o dever e o poder de cada uma, e assim tentar formar crianças conscientes e responsáveis.
    Daniele Santos RGM: 7002 2 Pedagogia B Matutino

    ResponderExcluir
  172. A família desenvolve parte da consciência e educação de seus filhos, com a convivência humana, e também através de exemplos mostrados e falados, ajudando a construir a cidadania e a parte moral no desenvolvimento do indivíduo.
    Claro que a escola tem papel de destaque nesta construção, mas não é única, apesar dos professores que hoje estão sendo denominados educadores, pois educam mais que profetizam algo, eles sim ajudam nesta tarefa de conscientização, sendo que a escola prepara e ajuda para o desenvolvimento pessoal, porém hoje a educação precisa muito mais da área moral e ética para ser desenvolvida que propriamente o saber que se aprende na escola.

    NADJA VERIDIANA PAGNANI- RGM 7212 - 2º semestre Letras - Noturno

    ResponderExcluir
  173. Acredito que devido à modernidade e a sociedade contemporânea em que estamos inseridos a educação esteja passando por um período de defasagem. Teoria e prática no que diz respeito a educar não andam mais no mesmo ritmo, os pais que precisam trabalhar para suprir as necessidades e ter uma vida boa acabam por entregar seus filhos para as escolas e depositam nessas instituições e docentes a obrigação de educar seus filhos, para que se tornem bons sujeitos.
    Estamos em uma era egocêntrica, onde olhamos apenas ao nosso redor, em busca de conquistas, melhores empregos, salários etc. Esquecendo-nos que a relação família-aluno-escola é primordial à educação dos mais novos. A família deve ser base de toda e qualquer educação como sempre foi, e a escola mantém seu papel de ensinar. Ensinar não bons modos ou como ser um bom sujeito, pois isso é papel da família, mas ensinar novos conhecimentos, aprendizados, sendo uma mediadora de todas as coisas que essa criança virá a aprender.
    A relação entre esses três elementos deve estar muito bem estabelecida e interligada, para que todo processo de educação/aprendizagem ocorra de forma correta e proveitosa a todos.

    Caroline Latonera Rodrigues - 6723 - 2ºPedagogia Noturno

    ResponderExcluir
  174. Nos dias de hoje pais não colocam limites nos filhos... Crianças não tem regras e nem respeito... Pais com pouco tempo para os filhos tudo permite. Valores invertidos, educação vem de casa... Professores são tratados com falta de respeito...
    Angelita Machado Correia RGM:7019

    ResponderExcluir
  175. Nos dias de hoje pais não colocam limites nos filhos... Crianças não tem regras e nem respeito... Pais com pouco tempo para os filhos tudo permite. Valores invertidos, educação vem de casa... Professores são tratados com falta de respeito...
    Angelita Machado Correia RGM:7019

    ResponderExcluir
  176. Nome: Alexsandra Andrade Amorezi RGM: 7246
    Com exemplos como esses percebemos que os pais não estão dando o devido valor à educação vinda de casa, e acham que quem tem o dever de fazer isso é a escola, não percebendo assim que a equipe pedagógica, tem a função não apenas de formar cidadãos críticos com valores éticos e morais, e que os valores, o principio e a educação têm que ser mantidos pelos pais.
    As pessoas estão perdendo seus princípios e perdendo a noção do que é sua responsabilidade e jogando a culpa nos demais, exemplo disso pessoas que disseram que a culpa era do zoológico por não ter vigilância, mas e as placas? Já não são o suficiente pra provar o perigo?
    Nós como futuros educadores, temos que mudar este conceito e trabalhar em parceria com as famílias, cada um sabendo e cumprindo o seu papel, para que assim tenhamos cidadãos críticos e uma educação de qualidade.

    ResponderExcluir
  177. Este lema de a escola que tem que educar precisa ser mudado,pois educação vem de casa,se os próprios pais não derem educação agora desde pequeno,mais para frente a vida vai se encarregar de fazer isso e de uma forma não muito fácil.

    ResponderExcluir
  178. Aline de Campos RGM: 6390 3º Pedagogia Noturno11 de novembro de 2014 15:17

    Educação vem de casa, pois a família é a base a estrutura de uma criança. Mesmo com tantos avanços da Educação isso ainda é responsabilidade dos pais, porem o professor geralmente passa maior tempo do dia com os alunos do que os próprios pais e acabam refletindo na educação dos mesmos. Com isso os pais pensam que acaba sendo obrigação do professor educar, alem de ensinar. Portanto cabe aos pais e professores se conscientizarem e cada um fazer sua parte, assim melhorando na Educação do País.

    ResponderExcluir
  179. Nathalia Gimenes Silva RGM: 6686
    Hoje em dia os pais não estão sabendo colocar limites e nem criar seus filhos. Crianças fazem o que quer e quando quer.
    Como no exemplo do menino de 11 anos que foi morto. Mais uma vez por motivo da criança fazer o que quer, porque pra ele chegar até la e atravessar o cercadinho teve ajuda do seu pai.
    Acham que educação tem que vir da escola, mas na verdade vem de casa. Escola transmite conhecimento não educação, apenas conclui a educação que vem de casa.

    ResponderExcluir
  180. Erika Petri Pereira. Rgm: 5904
    O caso do menino foi uma fatalidade mas devemos deixar claro que os valores, devem ser ensinados em casa, pela família, a escola é somente um aliado. Infelizmente muitos pais deixam a responsabilidade de educar para a escola, e esquecem seus devidos papeis na sociedade. Educação se faz com uma família bem estruturada, e uma escola humanizada. Pois respeito vem de casa, e conhecimento vem da escola.

    ResponderExcluir
  181. Diante deste texto (leitura e video) pude perceber o quanto é importante o relacionamento entre as pessoas, o saber ouvir, obedecer, prestar atenção. Nesta tragédia acredito que faltou atenção , obediência não é diferente do que temos visto no dia a dia , na vida cotidiana,escolar e social. Triste saber que precisa ocorrer alguma tragédia para aparecerem os questionamentos.

    ResponderExcluir
  182. Bruna Líbina RGM: 7206

    No meu ponto de vista, a educação tem que vir de casa. Sendo assim, o convívio em sociedade será bem melhor. No caso do menino e o tigre, acredito que foi uma fatalidade, que poderia sim, ter sido evitada, se o menino e o responsável tivesse tido um pouco mais de atenção.
    O problema de muitos pais é achar que na escola é que se deve educar. Isso é lamentável, pois a educação e os valores morais deve vir de berço, e deve ser praticado no dia a dia.

    ResponderExcluir
  183. A educação é obrigação da família, não da escola. È preciso que os pais se conscientizem disso, e passem a melhor educar seus filhos, pois na escola eles tem o dever de aprender, e a escola de ensinar.

    Leticia C.Barroso Rgm: 6590

    ResponderExcluir
  184. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  185. Caroline Estevão dos Santos RGM: 6282
    4º Pedagogia Noturno

    Infelizmente nos dias atuais o que mais vemos são pais querendo passar a responsabilidade de educar para a escola, isto, porque os mesmos muitas vezes têm tempo para tudo, menos para reservar alguns minutos para ensinar valores éticos e morais para seus filhos. Acredito que essa desobediência e esse desrespeito é a consequência de famílias mal estruturadas, ausências dos pais na vida de seus filhos (ausência essa que não está ligada a poder aquisitivo) e principalmente a falta de cobrança e limites impostas. A escola não tem obrigação e nem deveria ter de Educar. Esse é o papel dos pais e o mínimo que se pode esperar, é que hajam como PAIS. Enquanto for depositado na escola, função que não a cabe, não obteremos êxito. Pois a escola transmite o conhecimento e a família transmite valores, se cada um cumprir o seu papel na vida da criança, alcançaremos resultados melhores e mais satisfatórios e acima de tudo um país com uma educação de qualidade, como almejamos.

    ResponderExcluir
  186. Nome ;Mayara Machado de Souza Leme RGM : 6769
    2º Pedagogia

    Atualmente é visível a grande mudança que vem acontecendo em nosso pais , principalmente na educação em geral , A família é a estrutura da criança, desde sempre a educação, antes de tudo tem que vir de casa , porque casa é o lugar que a criança mais convive,elas tem que começarem a aprender ,respeitar , socializar nesse ambiente ... Hoje em dia é possível ver que isso é raro ,alguns pais dizem que a escola tem a ''obrigação'' de ensinar . E com isso vemos as crianças de hoje em dia casa vez mais mal educadas , e até algumas que agridem professores. Os pais não podem almejar uma educação de qualidade , se eles não ajudarem .

    ResponderExcluir
  187. Aline de Campos RGM 6390 4º Pedagogia Noturno12 de novembro de 2014 06:40

    Educação vem de casa, pois a família é a base a estrutura de uma criança. Mesmo com tantos avanços da Educação isso ainda é responsabilidade dos pais, porem o professor geralmente passa maior tempo do dia com os alunos do que os próprios pais e acabam refletindo na educação dos mesmos. Com isso os pais pensam que acaba sendo obrigação do professor educar, alem de ensinar. Portanto cabe aos pais e professores se conscientizarem e cada um fazer sua parte, assim melhorando na Educação do País.

    ResponderExcluir
  188. Karina de Oliveira Sousa RGM 6255
    4° Pedagogia Noturno

    O Caso desse menino foi realmente uma fatalidade que poderia ter sido evitada mas hoje em dia crianças e adolescentes fazem o que bem entendem , muitos fazem o que querem , os valores de respeito entre pais e filhos estão perdidos.
    E necessário fazer um resgate da família, pois crianças de 11 anos ja deveriam saber o que é certo ou errado .
    .

    ResponderExcluir
  189. Após a leitura do texto, pude perceber que falta uma base familiar para muitas crianças de hoje em dia. Educar é obrigação dos pais, a escola tem o dever de ensinar e fornecer um bom relacionamento entre a crianças com a sociedade. Pais deixam a educação de seus filhos na responsabilidade da escola, esquecendo que quem precisar passar valores são eles mesmo. A criança precisa de amor e carinho, mas também de limites e de bons conselhos, para se torna um adulto consciente e responsável. A família deve ser a base na vida da criança.

    Bianca Pelossi Raposo Dantas RGM: 6353

    ResponderExcluir
  190. Os pais acham que é papel da escola educar, mas não é assim a criança reflete as atitudes dos pais, tendo um comportamento inadequado com colegas ou professores. É papel dos pais educar, de modo de que reflita positivamente. A escola não é salvadora não adianta colocar tudo nas costas dos educadores este não é nosso papel.

    ResponderExcluir
  191. Vivemos num mundo globalizado onde a tecnologia já tomou conta de tudo, mas não podemos esquecer da nossa educação e da necessidade de educar essas crianças impondo limites e respeito. É dever dos pais educar seus filhos apesar de nos dias atuais as escolas estarem executando esse papel que tem que vim de berço. É necessário que os pais se conscientizem e busquem junto a escola dar uma educação de qualidade para as crianças .

    ResponderExcluir
  192. Acredito que esse ato ocorreu por culpa do Pai do menino , pois se o pai tivesse atento ao seu filho nada disso tinha acontecido . O que falta hoje em dia é educação certo comportamento pois a vezes achamos que não não acontece com nos e acaba acontecendo em uma hora inesperada , ainda mais em lugares perigosos . Larissa Gabriele Dos Santos Puga 7017 2°Pedagogia manhã

    ResponderExcluir
  193. A educação está presente desde o momento em que nascemos, ela é adquirida pelos nosso meio familiar, escola, etc. A onde se tem uma interação entre indivíduos alguém está aprendendo ou ensinando algo. Na maioria das vezes a educação se da não pela fala e sim pelo gesto, atitudes das pessoas, seja seus pais, amigos enfim pelo meio em que se vive. As crianças são observadoras ao extremo, estão atenta á tudo, no que se fala, faz. Atualmente a sociedade só pensa em " ter e não ser". A acredito para sermos cidadãos precisamos ser pessoas de caráter, honestos, obediente as regras da sociedades, para que possamos ser respeitados, sermos solícitos, ter compaixão pelo próximo. Mas esses ensinamentos vem da nossa base familiar se não tivermos, podem estudar nas melhores instituições de ensino que não aprenderão.
    Mislene Cristina Ramos Corrêa - RGM: 6864

    ResponderExcluir
  194. Devido a modernidade e a sociedade contemporânea em que estamos inseridos a educação esteja passando por um período de defasagem. Teoria e prática no que diz respeito a educar não andam mais no mesmo ritmo, os pais que precisam trabalhar para suprir as necessidades e ter uma vida boa acabam por entregar seus filhos para as escolas e depositam nessas instituições e docentes a obrigação de educar seus filhos, para que se tornem bons sujeitos.


    Pryscila Kelly Pereira da Silva RGM: 6681- Aluna de Pedagogia- Unisuz

    ResponderExcluir
  195. Realmente é importante focarmos nesse ponto, pois, muitos pais acham que a escola serve para educar as crianças e esquecem do seu papel. Também concordo com o ponto de vista da autora em relação as pessoas só seguirem regras se monitorados. Gostei da opinião dela e da forma que ela relata suas ideias porque mostra um pouco da realidade vivida no Brasil atualmente e que a escola e o professor não é o que todos pensam, mas sim o local que auxilia no desenvolvimento da inteligência e aprimora os conhecimentos da criança.

    Nayara Paulino RGM:6920

    ResponderExcluir
  196. Acredito que escola e os pais tem que caminhar juntos em melhor do aluno, aonde a escola sozinha não é a responsavel pela a educação do aluno mais sim os pais tambem que tem uma grande participação da vida deles, vivemos em um momento onde a educação passa por crises, onde nos deparamos com diversas situaçoes de desvalorização ao profissional da área da educação, acho que se cada um fazer sua parte e cooperar em pró da educação teriamos um pais melhor.

    Sandryne dos Santos RGM 7026

    ResponderExcluir
  197. Acredito que a educação e colaboração andam juntos sendo assim essencial, para educação e qualidade de vida desses alunos, uma vez que a educação é o papel dos pais e um complemento dos ´professores, é a função de ambas as partes colaborar na educação dessas crianças, a criança educada ela se torna mais obediente ,pacatas e tem uma grande melhoria no seu aprendizado mais que para isso acontece cada um tem que fazer sua parte, todos em prol da cooperação da educação. Roberta Cristiane RGM 6422

    ResponderExcluir